Olhar Direto

Terça-feira, 19 de novembro de 2019

Notícias / Universo Jurídico

Guilhen assume presidência e diz que decisão de juiz será discutida

Da Redação - Thalita Araújo

12 Ago 2009 - 18:31

O vice-presidente eleito da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB-MT), José Antônio Tadeu Guilhen, que assumiu o posto de presidente hoje (12) em função do afastamento de Francisco Faiad, anuncia que nesta quinta-feira haverá uma reunião entre os conselhos estadual e federal da Ordem em Cuiabá para discutir a decisão do juiz Julier Sebastião.

Ele afirma que a notícia do afastamento do presidente, em função de um mandado de segurança interposto por um advogado e deferido pelo juiz federal Julier Sebastião, chegou a todos com muita surpresa. "E também com muita indignação por toda a classe dos advogados", afirmou.

Na reunião estará presente também o presidente do Conselho Federal da OAB, Cézar Britto, para participar das discussões sobre a legalidade do pedido de afastamento feito pelo juiz. A questão é se o afastamento é possível ou seria legítimo apenas em função de um processo administrativo do próprio Conselho Federal da Ordem.

A reunião irá ocorrer na sede da OAB-MT durante o período da tarde. Guilhen informa que a Ordem está funcionando sem qualquer modificação, e as atividadades comemorativas da Semana do Advogado transcorrem com normalidade.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Raquel
    13 Ago 2009 às 12:38

    FORA FAIAD! Quem tem dor de cotovelo é advogado que não consegue passar em concurso pra Juiz. Sou advogada e o Faiad não é o meu presidente. Ridículos os defensores, que devem estar sendo pagos ou fazem parte do cordão de puxa-sacos do presidente da OAB/MT. Vergonhoooosooooo!

  • Sandro Saggin
    13 Ago 2009 às 11:38

    Me parece coisa de advogado incompetente. Pelo que percebo esse advogado (Fernando) não consegue fazer valer tecnicamente e processualmente o alegado direito de seu cliente e resolve atacar o advogado da outra parte, fazendo mais ou menos como aquele marido que ao flagar a esposa o traindo no sofá, resolve tomar uma atitude radical: vende o sofá!!! E para completar o absurdo ainda aparecem candidatos (Sr. Scaraveli) mostrando "satisfação" com tudo isso. Valha me Deus!!! Era o que faltava - uma pessoa que pretende ser dirigente da OAB ficar "alegre" com uma afronta dessas. Onde já se viu isso??? E ainda, tudo isso gerado com base em erro técnico grosseiro, pois onde já se viu Mandado de Segurança servir para afastar Presidente de entidade de classe??? Falta até estudo para esse pessoal. Se uma decisão dessas do Sr. Julier não tiver motivação política e pessoal (vingança) nenhuma outra no mundo terá.

  • Carlos Roberto de Aguiar
    13 Ago 2009 às 11:08

    Se a decisão é arbitraria ou totalmente ilegal, cabe as instancias superiores de abalizar, pois vivemos em uma democracia e os preceitos legais vão prevalecer. Agora serve para o Dr. Faiad pensar, em todas as vezes que chutou o balde e agiu com autoritarismo, Ele sabe o que a eu estou me referindo. Em minha terra diziam que o castigo vinha a cavalo, mas com os tempos modernos, acho que a coisa está vindo mais rapida. Não jogo praga, mas tambem não choro.

  • Jotave
    13 Ago 2009 às 08:45

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • meire
    13 Ago 2009 às 08:14

    Já que sou leitora assídua do Olhar Direto, gostaria de aproveitar este espaço para dizer ao Meritíssimo Juiz Dr.Julier: Excelência, quem lê as últimas notícias a respeito do PAC ou da OAB, tem a impressão de que o senhor está tentando adiantar o processo eleitoral tanto para o governo do estado quanto para a presidência da OAB.Sabemos de seu mérito para chegar a ser um juiz, dos anos de estudo e dedicação, de sua integridade como homem, mas não entendo porque tentar usar "armas" não condizentes com a sua educação, o seu caráter.É estranho,pois em uma semana, o senhor literalmente, soltou duas "buembas", uma na segunda dia 10/08 e outra ontem dia 12/08, conseguindo chamar atenção para muitas coisas, inclusive para sua "provável" candidatura e também para seus desafetos.Somos seres humanos,com grande tendência ao erro, e acredito eu ,que não devemos subjugar ninguém, até porque não sabemos o dia de amanhã....

  • CAMILA CRISTINA
    12 Ago 2009 às 22:19

    O Dr Julier deve ter bastante dor de cotovelo do nosso honorável presidente. Afinal, o Faiad tem tudo o que ele não pode fazer. levando em consideração que tem advogado ganhando mais que juiz por aí. Ele é um Advogado brilhante, de prestigio social, pode ser candidato e estar filiado em um partido politico, pode falar sem receios, não precisa abandonar o cargo, tem respaldo social, cultural, luta pela classe e etc. Agora Dr Julier tem que falar apenas e tão somente nos autos, no processo e atuar na vara federal que é competente. Tem bastante magistrado que já cassou decisões dele. Ele tem raiva do Faiad por isso. Pois, saindo da vara que está, também não pode fazer mais nada. Já o Faiad é advogado 24 horas por dia. Julier é Juiz só no seu horário de expediente e qdo está de plantão. Alei da esse poder para ele ser imparcial e independente. Não carta branca para arbitrios e abusos. O estado de ex\ceção deve ser banido do Estado Democrático de Direito. Fora Julier. !!!!

  • Augusto Vieira Nunes
    12 Ago 2009 às 21:48

    TENHO CERTEZA QUE ESSA DECISÃO ARBITRÁRIA E VINGATIVA SERÁ ELIMINADA, POIS NOSSO PRESIDENTE NÃO MERECE TER SUA IMAGEM MANCHADA POR EXPRESSAR-SE ATRAVÉS DE UM ARTIGO QUE, POR INCRIVEL QUE PAREÇA, FOI VEICULADO HÁ EXATAMENTE UM ANO ATRÁS. É... QUE COINCIDÊNCIA, NÃO? AHHH... E A AÇÃO FOI DISTRIBUÍDA EM PLANTÃO, E JULGADA POR QUEM? O JUIZ CRITICADO POR NOSSO PRESIDENTE!!! EU QUERIA TER ESCRITO O FORA JULIER!!!!

  • lawyer
    12 Ago 2009 às 21:40

    sou um simples advogado, como a maioria de todos, e venho acompanhando essa que e uma decisao inedita,por assim dizer, de um juiz federal afastar o presidente da ordem. nestes 15 anos de advocacia, vejo a nossa OAB somente em determinadas epocas intimarem a gente a pagar anuidades, sob pena de suspensao. acho qua a ordem deveria unir mais os advogados, pois a nossa classe e muita desunida, nao por nossa culpa