Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Meio Ambiente busca apoio do BNDS, no valor de R$ 35 milhões, para finalizar projetos

Da Redação - Érika Oliveira

01 Mai 2017 - 16:27

Foto: Rose Domingues/Sema-MT

Meio Ambiente busca apoio do BNDS, no valor de R$ 35 milhões, para finalizar projetos
A fim de viabilizar a execução e a finalização do programa Mato Grosso Sustentável, o secretário de Estado de Meio Ambiente e vice-governador, Carlos Fávaro (PSD) tem mantido, pessoalmente, encontros com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O objetivo é assegurar um aporte no valor de R$ 35 milhões do Fundo Amazônia, que deverão beneficiar pelo menos 17 projetos em áreas de gestão ambiental no Estado.

Leia mais:
Caravana da Transformação contabiliza mais de 3 mil consultas e 18,3 mil procedimentos oftalmológico

"A proposta é concluir todas as licitações e fazer as prestações de contas sem deixar lacunas, para que tenhamos oportunidade de gerar expertise neste trabalho e isso nos credencie para acessar novas oportunidades de parcerias", avaliou Fávaro.

Do total de R$ 35 milhões, R$ 11,3 milhões será destinado ao fortalecimento da desconcentração e descentralização de atividades de licenciamento e fiscalização desempenhadas pela Sema, dando suporte às unidades regionais e às secretarias municipais de meio ambiente.

Na última quarta-feira (26), durante reunião com Irapuan de Menezes Braga, representante do BNDS, foram observados alguns pontos que ainda precisam avanças nas áreas de execução física e financeira e que estão recebendo apoio da consultoria GIZ.

“Nós já fizemos duas oficinas com a equipe técnica para esclarecer dúvidas e dar o suporte necessário, estamos com essa mesma didática nos outros estados”, disse Irapuan.

MT Sustentável

Os recursos preveem a consolidação de nove unidades de conservação, fortalecimento da fiscalização e do licenciamento ambiental, com informatização dos procedimentos, e apoio às ações de desconcentração e à descentralização da gestão ambiental. Essas são as principais linhas de atuação, contempladas com investimentos de R$ 8,5 milhões.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Fatima
    01 Mai 2017 às 18:32

    SENHOR VICE-GOVERNADOR E SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE A REALIDADE É UMA SÓ, A FLORESTA DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO. A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA.

Sitevip Internet