Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Notícias / Cidades

Acusado de estuprar criança de 6 anos é espancado e jogado de cima de ponte por pais da vítima

Da Redação - Wesley Santiago

05 Jun 2017 - 17:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto/Ilustração

Acusado de estuprar criança de 6 anos é espancado e jogado de cima de ponte por pais da vítima
Um homem de 56 anos, que não teve o nome divulgado, foi espancado e jogado da ponte do Rio Verde, que dá acesso à Comunidade Morocó, em Lucas do Rio Verde (353 km de Cuiabá). Um morador do loteamento Bom Jesus disse aos policiais que o homem agredido teria abusado sexualmente de sua filha de 6 anos e decidiu fazer justiça com as próprias mãos.

Leia mais:
Jovem é sequestrado, estuprado e fica seis dias sem água e comida em cativeiro
 
Conforme o Só Notícias, o homem e a esposa espancaram o homem com pedaços de madeira e uma enxada. Depois, colocaram a vítima no porta-malas de um Toyota Corolla, seguiram até a ponte de madeira do rio Verde e o jogaram no rio. No caminho até a ponte, os policiais encontraram o veículo retornando, em alta velocidade.
 
Depois de uma perseguição, os policiais conseguiram interceptar o carro. Estavam no veículo o homem, a esposa e três crianças. Os bombeiros conseguiram resgatar o homem do rio e o encaminharam ao hospital. Ele não corre risco de morte. Indagados sobre os motivos que levaram a espancar o homem, os envolvidos disseram sobre o suposto abuso, que teria ocorrido na semana passada.
 
O casal foi conduzido à delegacia e poderá ser indiciado por direção perigosa de veículo, lesão corporal e tentativa de homicídio. A criança deve passar por exames para comprovar se foi mesmo abusada.

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Vanessa
    07 Ago 2017 às 15:42

    E gente fomos presos e agora estamos sofrendo tanto pelo patrio poder dos meus filhos pois agora realmente esse lixo virou vítima e tem gente ainda ajudando ele aqui no. luca do Rio verde e pra acabar mesmo né

  • Celina
    07 Jun 2017 às 07:47

    essas pessoas contra leva a escoria para casa deixa seus filhos e esposas com ele..seus bandos de hipócrita, são contra porque não é em seus familiares.

  • Celina
    07 Jun 2017 às 07:43

    é uma vergonha, li uma reportagem que o pai, mãe sobrinho estão presos, isso é inversão de valores..e a defesa de outrem, defesa de vulnerável ? e a audiência de custódia para ajudar a família? estamos em defesa dos pais e não do bandido. essa caso tem que ter uma grande repercussão, poderia ser com qualquer um de nós.

  • jibimninha
    06 Jun 2017 às 15:28

    Eita mundo cão! A praga não morreu e ainda vai acabar processando a familia. Não sou a favor de justiça com as prórpias mãos, mas nos coloquemos no lugar destes pais? O que vc faria em ver seu anjInho de 6 anos ser violentada por um louco destes? Reação totalmente aceitável deveriam ganhar um prêmio por eliminar um tipo destes.... BOLSONARO NELES!!!!

  • Karol
    06 Jun 2017 às 09:19

    É difícil saber que reação a gente teria numa situação pela qual nunca passamos. Eu entendo a atitude dos pais de fazer justiça com as próprias mãos, mas talvez tenha sido desnecessária as crianças assistirem isso. Não sei se elas viram o espancamento, mas estavam no carro quando eles atiraram o sujeito da ponte né.. Não basta o trauma de um dos filhos carregar o abuso, ainda todas os outros terão essa lembrança de violência na cabeça.. Não estou julgando, porque talvez ali na hora não tinha como deixar as crianças sozinhas, sei lá.. Mas é difícil fazer seu filho começar desde cedo a achar "certo" a vingança, a violência... Não sei... Na verdade é um assunto muito difícil, que nem deveria ser discutido, porque não deveria existir qualquer tipo de violência no mundo. Enfim, que esse caso seja resolvido com bom senso e justiça.

  • THIAGO ANDRADE
    06 Jun 2017 às 08:29

    O dificil é ler que ele ainda pode ser acusado de homicidio....

  • Zé Guaporé
    06 Jun 2017 às 08:16

    E a praga ruim não morreu! Coitados dos pais, além do sofrimento pelo ocorrido, sofrerão um processo como se fossem bandidos!

  • Tiago
    06 Jun 2017 às 08:10

    Não sei pq, mas tudo que não presta a sociedade, a polícia e tudo mais defendem... deveriam é ajudar a afundar esse desgraçado! E ainda com certeza os PAIS vão sofrer consequências... Eita Brasil sil sil silllllllllll............ Vamos forçar esses Malditos deputados a mudar essa lei!

  • Jucão
    06 Jun 2017 às 07:26

    A inversão de valores é regra nesse país.

  • celina
    06 Jun 2017 às 07:20

    espero que o vagabundo não saia como vitima..que pena eles não terem eliminado essa escoria.

Sitevip Internet