Olhar Direto

Terça-feira, 27 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Afastado, Valter Albano diz que tem 45 anos de vida pública sem processos e que confia na Justiça

Da Redação - Patrícia Neves

14 Set 2017 - 17:20

Foto: Divulgação

Afastado, Valter Albano diz que tem 45 anos de vida pública sem processos e que confia na Justiça
Afastado de suas funções por decisão do Supremo Tribunal Federal, o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Valter Albano da Silva, emitiu nota onde afirma que nunca agiu de forma ilícita no exercício de suas funções ou determinou que o fizessem empregando seu nome. 

Leia Mais:
Campos Neto toma posse como presidente do TCE; conselheiros substitutos se tornarão titulares no plenário

Na manhã de hoje, 14, a Polícia Federal deflagrou a operação Malebolge (12ª fase da Ararath) que teve como alvos dos gabinetes de cinco conselheiros da Corte: do presidente Antônio Joaquim, de Valter Albano, José Carlos Novelli, Waldir Teis e Sérgio Ricardo (que já estava afastado por decisão do Tribunal da Justiça(TJ).

Cita ainda que em 45 anos de vida pública, nunca foi condenado em nenhum processo "de qualquer natureza, especialmente por fatos que denegrissem minha honra e minha integridade". 

Ele ainda repudiou o afastamento do cargo tão somente com base em declarações sem nenhum prova para corroborá-las. 

Declara também que "confia na Justiça e afirma que o tempo e as investigações irão demonstrar a veracidade dos fatos".

A operação foi deflagrada após a homologação da delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB). Ele aponta que o ex-governador afirma que foi pressionado por diversas autoridades a pagar propina em troca de “não ter problemas” para viabilizar o programa MT Integrado, que previa o asfaltamento de 2 mil km, com orçamento de R$ 1,5 bilhão. 

O ex-governador admitiu o pagamento de R$ 53 milhões em propina aos conselheiros do TCE. A pressão por dinheiro era tamanha, que, segundo Silval, o TCE chegou a paralisar as obras do programa em determinado momento, quando houve atraso no repasse.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet