Olhar Direto

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Governo lança plataforma para cidadão “fiscalizar” gestão e Taques diz que ferramenta vai evitar novos atrasos

Da Reportagem Local - Carlos Dorileo / Da Redação - Érika Oliveira

01 Dez 2017 - 17:41

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Governo lança plataforma para cidadão “fiscalizar” gestão e Taques diz que ferramenta vai evitar novos atrasos
Com a finalidade de captar em tempo real as informações do Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças (Fiplan) do Estado, o Governo lançou na tarde desta sexta-feira (01) o “Mira Cidadão”, que irá possibilitar o acompanhamento e a fiscalização das despesas públicas do Poder Executivo. Durante a solenidade, o governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que a ferramenta deverá evitar novos atrasos como os da Saúde e do salário dos servidores.

Leia mais:
Taques repassa R$ 105 milhões para Poderes pagarem folha salarial de novembro

“Por que o Mira Cidadão? Porque hoje o nosso Governo não teve condições de pagar os servidores públicos, porque hoje o nosso Governo tem quase R$ 300 milhões atrasados na Saúde, porque hoje nós estamos gastando mais do que a Lei de Responsabilidade Fiscal determina. Por que o Mira Cidadão? Para que isso não volte a acontecer”, disse, durante o seu discurso.

Em formato de busca semelhante ao do Google o “Mira Cidadão” permite análises comparativas automáticas não só por ano, mas também por mês, ação estratégica, fornecedores, fonte pagadora e recebedora de recursos. A ferramenta é atualizada diariamente para que todo cidadão possa fiscalizar cada centavo investido no Estado.

Através da ferramenta, qualquer cidadão pode acompanhar quanto já foi pago por uma obra, quanto está sendo investido em Saúde, Educação, entre outras áreas e onde o dinheiro público está sendo aplicado.

Uma ferramenta semelhante já era utilizado internamente na Controladoria-Geral do Estado, mas há um ano e meio o Governo decidiu desenvolver uma versão que pudesse ser utilizada pelo cidadão. Para ter acesso ao “Mira Cidadão” clique AQUI.

“Ela [a ferramenta] traz informações de maneira amigável do caminho do dinheiro público. Nós estamos vivendo um momento de dificuldade econômica não só do Estado, no Brasil todo. Mas a gente não pode dialogar com o cidadão apenas através das nossas falas, a gente precisa passar informações fidedignas, para mostrar que o dinheiro entra e que nós temos compromisso com os aposentados, com os Poderes e com os fornecedores”, assinalou o controlador-geral do Estado Ciro Rodolpho Gonçalves.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ari
    02 Dez 2017 às 13:38

    Colóquio flácido pra acalentar bovino, ou seja, conversa mole pra boi dormir. A unica Transparência que vejo hoje é o para-brisa do meu carro..site governamentais so colocam o que interessam a eles..

  • Joane lindoia
    02 Dez 2017 às 00:45

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Moacir
    01 Dez 2017 às 23:45

    "que irá possibilitar o acompanhamento e a fiscalização das despesas públicas do Poder Executivo" Fico me perguntando, para que serve o MPE, TCE, assembleia? Estes poderes com custo alto para o cidadão nunca detectam nada de corrupção. Vide a obra da copa. Este órgãos são uma vergonha. Agora me vem pagar mais dinheiro com aplicativos.

  • Barreto
    01 Dez 2017 às 22:12

    Kkk ..só pra dar risada mesmo !!! Sem passado ..sem presente é sem futuro !!!

  • FELICIDADE ALMEIDA QUEIROZ
    01 Dez 2017 às 18:28

    Por gentileza governador ver se paga as parcelas dos consignados aos bancos porque no meu caso estão enviando fatura pelo e mail e as mesma consta descontadas no meu holerite eu não vou pagar dívida duas vezes

  • Victor
    01 Dez 2017 às 17:56

    O prefeito de Cáceres realizou uma pesquisa no município e o Taques teve mais de 70% de rejeição, por esta razão o prefeito Francis deve se filiar ao PMDB, seu antigo partido no qual deseja sair candidato a federal.

Sitevip Internet