Olhar Direto

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Política MT

Taques diz que passa o dia fazendo contas e se sente mal por falta de dinheiro para saúde e salários

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

02 Dez 2017 - 08:20

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Taques diz que passa o dia fazendo contas e se sente mal por falta de dinheiro para saúde e salários
O governador Pedro Taques (PSDB) durante seu discurso no lançamento da plataforma ‘Mira Cidadão’, mais uma vez atribuiu a falta de recurso para pagar a saúde e os salários dos servidores aos ‘roubos’ cometidos na administração passada. Para o gestor, a nova ferramenta irá evitar que novos desvios aconteçam.

Leia também
Governo lança plataforma para cidadão “fiscalizar” gestão e Taques diz que ferramenta vai evitar novos atrasos


“Por que hoje o nosso governo não tem a condição de pagar os servidores públicos? Por que hoje o nosso governo tem quase R$ 300 milhões atrasados na saúde? Por que hoje estamos gastando mais do que a Lei de Responsabilidade Fiscal determina? É por que roubaram Mato Grosso e ninguém viu. O Mira Cidadão serve para que isso não volte mais acontecer”, explicou.

O chefe do executivo também revelou passar o dia todo fazendo conta e que se sente muito mal por não conseguir estar conseguindo os recursos para pagar a saúde e os salários dos servidores.

“Eu como governador passo o dia inteiro fazendo conta, buscando recursos e não conseguimos. Nós passamos o dia inteiro cortando gastos. Este silêncio dói em mim todos os dias, por que como governador eu não fabrico dinheiro, eu tenho que economizar. Hoje nós não termos as condições de pagar todas as dívidas com a saúde e de pagar os 100 mil servidores dói para mim como administrador”, avaliou.

Por fim, ele destacou que a plataforma de fiscalização das despesas públicas para qualquer cidadão é um sonho e projetou que a Controladoria Geral do Estado (CGE) receberá prêmios pelo trabalho.

“Este instrumento aqui lançado, quando começamos a discutir, eu disse ao controlador-geral Ciro que era meu sonho. A controladoria vai ganhar prêmios internacionais com isso. Por que é um trabalho bem feito por servidores decentes, servidores que orgulham deste estado e que não querem a volta ao passado”, finalizou.

O governo está tendo uma grande dificuldade com a área da saúde, onde a dívida é de aproximadamente R$ 300 milhões e com o pagamento dos salários dos 100 mil servidores públicos.

Nos últimos meses, os salários precisaram ser escalonados. Para o pagamento do mês de novembro, que deve ser feito no dia 10 de dezembro, o governador aguarda a aprovação do projeto que irá liberar os R$ 496 milhões do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX). O recuso só será liberado após ser votado na Câmara dos Deputados, no Senado e ser sancionado pelo presidente Michel Temer.

23 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • A Peregrina
    07 Dez 2017 às 17:47

    Mato Grosso é um dos Estados mais ricos do país, com sua abundante produção de soja, milho, algodão etc. Para com isso, repeite seus cidadãos, a era da impunidade já acabou...

  • Rute
    02 Dez 2017 às 21:01

    Governador pendure um calendário na parede e comece a CONTAR os dias para o fim do seu mandato (mamata).

  • Mário
    02 Dez 2017 às 20:58

    Vejo supostos comerciantes e empresários postarem que apóiam o governo Taques, mas tenho dúvidas. Tenho uma loja em Cáceres e depois que o Taques assumiu o Estado várias lojas, inclusive tradicionais se fecharam. Os funcionários do Estado estão com medo porque o governo sempre atrasa o pagamento. Acontece que do salário não tem como o governador desviar como faz nas licitações de obras que o dinheiro fica na mão de um único empresário. O salário dos servidores moventam o comércio por isso NÓS COMERCIANTES TEMOS QUE APOIAR OS SERVIDORES.

  • Servidor
    02 Dez 2017 às 18:31

    Governador ninguém é burro e sabem que os impostos estaduais são obrigatórios e o cidadão paga querendo ou não o que o senhor precisa explicar é quanto o Estado esta arrecadando e para onde esta indo os recursos porque todos sabem que a arrecadação teve incremento 6,7%,.e a sua conversa é só que falta recurso. Portanto, o senhor querer ficar com este teatrinho que passa o dia inteiro fazendo conta não cola ...Falar em saúde porque o senhor vai para São Paulo quando tem que fazer alguma check up ? Explica isso para os pobres mortais que ficam jogados nos corredores do pronto socorro... Seria porque o senhor nao confia nos medicos daqui? Ou seria porque o senhor sabe que não dá condições de atendimento digno??? Explica ao povo o motivo.

  • Adalberto Ferreira da Silva
    02 Dez 2017 às 17:55

    O governador Pedro Taques pegou bonde errado acreditando na política de ajuste fiscal e está mais perdido do que cego em tiroteio. As contas do Estado não fecham porque 52% do PIB de MT ñ paga impostos, ou seja, a maior parcela da nossa economia, que advém do agronegócio não paga ICMS. O resultado não poderia ser outro, e quanto mais se insistir nessa política, mais o governo do Estado vai mergulhar MT na crise.

  • Barreto
    02 Dez 2017 às 17:12

    Está fazendo errado !!! Sua função não é fazer contas e sim governar !!! Esse pode ser o motivo do estado estar paralisado.

  • Chacal
    02 Dez 2017 às 16:15

    Se fosse verdade, não gastaria milhões com mídia.

  • ZULEICA
    02 Dez 2017 às 14:33

    Governador, tá fácil corrigir a falta de dinheiro em nosso Estado. Não te culpamos devido a erros cometidos com as ladroagens do passado, onde sabemos de onde veio e como ficou o nosso querido Estado de MT. Daqui para frente, acabem de vez com cabides de emprego, apadrinhamentos de campanha e coloque quando puder Concursos Públicos, caso contrário, não irá sair dessa.

  • por justiça
    02 Dez 2017 às 13:59

    Olha governo voce ta feio na fita cade as recadações que o povo paga todo dia e toda hora e ai qual o volor de tantos impostos que o povo paga ai voce vem relatando coisas passada chega o povo não suporta mais sua incompetencia pede pra sai logo e deja de resenha PF neles ja...

  • Luiz
    02 Dez 2017 às 13:50

    • Voce ameaçar atrasar salarios no final do ano quando temos natal e festas do final do ano é querer punir .. Final do ano é sagrado para ao comercio. sendo a epoca que se arrecada mais. O dinheiro acaba voltando para o governo em impostos. Acho que ele deveria pagar o servidor antes do natal para não perder a arrecadação do final do ano.

Sitevip Internet