Olhar Direto

Terça-feira, 28 de junho de 2022

Notícias | Política MT

NA MESMA ALIANÇA

“Fávaro é o melhor vice que vi até hoje; não coloca carro na frente dos bois”, diz Gilmar Fabris para justificar confiança de Taques

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

“Fávaro é o melhor vice que vi até hoje; não coloca carro na frente dos bois”, diz Gilmar Fabris para justificar confiança de Taques
Enquanto muitos tentam apagar com gasolina azul a fumaça que adverte para possível incêndio na relação do governador José Pedro Taques (PSDB) com o vice-governador Carlos Fávaro (PSD), o autêntico bombeiro mato-grossense vem de onde menos se espera. O líder do PSD na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Gilmar Fabris, tratou de ser avalista da boa índole do vice-governador e não o vê como capaz de fazer jogo baixo, na política.
 
Há mais de 30 anos na vida pública, Gilmar assegura que é o melhor vice-governador que já testemunhou, em Mato Grosso. “Carlos Fávaro é o melhor vice que vi até hoje. Homem centrado! Não pôs o carro na frente dos bois. Se eu fosse candidato a qualquer coisa, queria Fávaro de vice sempre”, observou Fabris, que em 2015 foi convencido pelo vice-governador a permanecer no PSD, na expectativa de um projeto maior.
 
Leia Mais
Botelho garante apoio total à reeleição de Taques e afasta tese de traição dentro da base

As notícias de possível racha na base aliada, para o líder do PSD na Assembleia, não passam de plantação da ‘central de boataria’ da oposição. “Se depender do posicionamento do PSD, não há racha na chapa majoritária [governista]. Todas as reuniões que participei, como sou líder do partido [e, por isso, membro nato da Executiva Regional] nunca se falou em candidatura própria. Sempre se falou em dar apoio ao governo. Todas as vezes em que estivemos reunidos, sempre se falou em dar apoio ao governo Pedro Taques. Governo do qual nós fazemos parte”, sintetizou Gilmar.  
 
O líder do PSD na Assembleia não considera a existência de risco de dicotomias na base aliada. “Se o presidente do meu partido é o vice-governador, então o PSD é governo. O que eu sei é que o PSD está apoiando o governo. Não sei se mudou de uns dias para cá, porque não estive com ele. Eu vejo mais é a oposição jogando gasolina azul”, ragiu Fabris, para a reportagem do Olhar Direto.
 
Sobre a propalada pré-candidatura de Carlos Fávaro para o governo de Mato Grosso, Gilmar jamais soube de nada. “O Fávaro sabe se comunicar muito bem. E, se pretender  sair candidato a governador, ele falaria. É um direito dele. Até agora, o que eu sei é que o partido está apoiando o governo Taques. Fávaro continuar como vice? Depende do desejo dele. Se ele vai querer. Eu defendo que o PSD, que é forte em Mato Grosso, deve ter participação na chapa majoritária; ou Senado ou vice”, complementou Gilmar Fabris.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet