Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Notícias / Política MT

Prefeita de Sinop faz apelo por candidatura de Wellington Fagundes ao Governo de MT

Da Redação - Lucas Bólico

03 Mar 2018 - 09:40

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Prefeita de Sinop faz apelo por candidatura de Wellington Fagundes ao Governo de MT
A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PR), fez um apelo público ao senador republicano Wellington Fagundes, durante visita do congressista ao município, no sentido de que ele assuma neste ano uma candidatura ao Governo do Estado.   
Rosana sustenta que Mato Grosso precisa do senador no Poder Executivo para a população retomar a confiança e o Estado voltar a crescer.

Leia Mais:
“Taques leva MT para uma situação de caos”, detona Welington Fagundes

“Como prefeita de Sinop e do PR, nós pedimos para que o nosso senador Wellington Fagundes seja pré-candidato ao Governo de Mato Grosso. Wellington já provou que é um grande senador, mas neste momento, muito mais que o Brasil, muito mais que Sinop, muito mais que Rondonópolis, Mato Grosso precisa da sua candidatura ao Governo”, afirmou.

Wellington esteve em Sinop na noite desta sexta-feira (2) para participar lançamento do programa municipal Sinop Mais, que contará com o investimento de R$ 30 milhões em mais de 90 ações. Na coletiva de imprensa juntamente com diversas autoridades, Rosana pediu para Wellington ser pré-candidato, afirmou que seria muito bom para a região Norte e para todo o Estado tê-lo como governador.  

"Seria importante para a região Norte ter Wellington Fagundes como governador para que o suplente da nossa cidade, Jorge Yanai, assuma o mandato como senador”.
Wellington não comentou o apelo de Rosana, mas aproveitou a oportunidade para criticar a gestão do Estado principalmente na área da saúde.

"O próximo governador tem que ter diálogo, não tem essa história de eu sei tudo, é claro que como senador e presidente do PR, vamos discutir candidatura a todos os cargos do Executivo. Sou um homem de desafios e acredito nessa força do Estado”.  
O evento contou com a presença do deputado estadual Silvano Amaral (PMDB), o suplente de deputado federal Xuxu Dalmolin, o suplente de senador Jorge Yanai (PMDB), o ex-deputado federal Roberto Dorner (PSD), e de prefeitos de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti, de União do Sul, Claudiomiro de Queiroz, de Itanhangá, Edu Paskoski e vereadores de Sinop.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gerson
    04 Mar 2018 às 10:46

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • por justiça
    04 Mar 2018 às 06:12

    Esse fora ja so sujeira esse tem.....

  • Gustavo
    04 Mar 2018 às 02:13

    Estratégico, pois SINOP ganharia um Senador. Jorge Yanai, 1o suplente de WF.

  • Aa2
    03 Mar 2018 às 16:38

    Só terá alguma chance se Mauro Mendes não se candidatar, e como ja existe denúncia sobre este senador pessoalmente pra mim não ganha eleição nem pra presidente de bairro.

  • Marcos Ruas
    03 Mar 2018 às 12:49

    Ohh Prefeita, eu até detinha uma certa admiração por Vsa, mas depois dessa, querer um Sanguessuga desse no governo é retroceder, é realmente querer que nosso Estado não saia do fundo do poço !! Diga com quem tu andas que direis quem tu és!!!

  • Carlos
    03 Mar 2018 às 11:58

    EM 2018: A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu denúncia contra o Senador Wellington Fagundes (PR-MT) pelas acusações de CORRUPÇÃO PASSIVA (artigo 317, parágrafo 1º, do Código Penal) e V(artigo 1º, inciso V, LAVAGEM DE DINHEIRO da Lei 9.613/98) por fatos relacionados à chamada “operação sanguessuga”. No julgamento do Inquérito (Inq) 2340, a turma afastou a alegação de inépcia da denúncia pela defesa e admitiu a abertura de ação penal contra o parlamentar.

  • joao
    03 Mar 2018 às 11:36

    Wellington Fagundes, só não será governador se não quiser.

Sitevip Internet