Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Notícias / Política MT

Fávaro diz que falta de eficiência é principal crítica ao governo e “adia” decisão sobre rompimento

Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo

21 Mar 2018 - 11:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Fávaro diz que falta de eficiência é principal crítica ao governo e “adia” decisão sobre rompimento
O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) tem rodado o interior de Mato Grosso e afirma que a principal crítica que tem ouvido da população é referente a pouca eficiência da gestão Pedro Taques (PSDB). Com o partido rachado internamente entre uma ala que defende a manutenção do apoio ao governo e consequentemente uma adesão ao projeto de reeleição e outra que prega o rompimento e uma mudança para a oposição, Fávaro defende que essa decisão não precisa ser tomada imediatamente.

Leia também:
PSD chega dividido em reunião que vai decidir se rompe com Taques; Neurilan quer consenso
 
Na noite desta quarta-feira (21), as lideranças do PSD se reúnem em Cuiabá para discutir que rumos tomar. “Os insatisfeitos podem achar que o partido não foi leal com eles. Então, é importante discutir antes, não precisar sair uma definição imediatamente, acho que ainda tem tempo, até as convenções, mas vai ser claro. Nós vamos saber a quantidade de membros no partido que estão com um posicionamento ou com outro. Para que ninguém deixe de seguir seu projeto pessoal, dizendo que o partido atrapalhou sua posição. Hoje vamos fazer este bate-papo e certamente vamos dar encaminhamentos”, revelou Fávaro.
 
O vice-governador defende que o “racha” no partido não é negativo, mas um reflexo do ambiente democrático vivido na legenda. “PSD é um partido muito importante para o Estado de Mato Grosso, uma das principais legendas, que está se estruturando de forma democrática. O PSD hoje não tem mais cacique que impõe sua vontade de cima para baixo. Não existe isso no PSD. É um partido que faz a nova política. Política democrática, de ouvir as bases, todos os níveis do Estado de Mato Grosso”,  defendeu.
 
Críticas ao governo Taques
 
Nesse trabalho de ouvir as bases, Fávaro revela que o principal anseio da população é a necessidade de um estado que ajude mais e atrapalhe menos. “Eu vejo algumas insatisfações. O desejo que o Estado seja mais eficiente, mais parceiro, mais presente, apesar de toda a crise que conhecemos que Mato Grosso passa e o Brasil vive. A insatisfação de alguns e a satisfação de outros que nós vamos medir na noite de hoje”.
 
Um dos que defende publicamente a manutenção do PSD na base é o deputado estadual Gilmar Fabris. Fávaro tem o cuidado de não descordar e nem apoiar a postura do correligionário. “Eu respeito todos os membros do partido e vamos decidir isso democraticamente”, desconversou.

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • sediclaur
    23 Mar 2018 às 11:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Justo
    23 Mar 2018 às 11:35

    Fica esperto com pessoas desse perfil, para mim não passa de um oportunista, o cara foi secretário de meio ambiente e tinha vários indicados no governo, agora já no final do governo o cidadão vem dizer que o governo não é bom, então o vice também não vale nada, vai enganar otarios senhor Favaro, não voto em sua pessoa.

  • Barreto
    22 Mar 2018 às 11:22

    Sinceramente !!! Não vi nada demais nesse Favaro!! Além de tudo deu um tiro pelas costas do tax.

  • Saulo
    21 Mar 2018 às 21:29

    Partido não tem cacique mas tem um líder, que deve ouvir seus filiados pra tomar uma decisão, todos sabem que a maioria quer o rompimento, menos alguns que estão mamando.taques nunca mais.

  • SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL
    21 Mar 2018 às 20:38

    Seja POLITICO meu caro amigo Favaro...Você sabe que precisa dos SERVIDORES PÚBLICOS LHE APOIANDO...E você também sabe quem pode lhe auxiliar como SUPLENTE. Fecha logo isso.O tempo e oportunidades passam como o cavalo arriado. Faça isso sem medo de ser feliz ou permaneça com as dúvidas até 07 de outubro. E APÓS OUTUBRO NÃO ADIANTA CHORAR O LEITE DERRAMADO.

  • Sócrates
    21 Mar 2018 às 17:37

    Que gospe no prato que comeu até agora é mal-agradecido, desleal e não merece confiança das pessoas honradas.

  • Nildo
    21 Mar 2018 às 17:03

    Engraçado, ele faz parte do governo, é só o vice governador do Estado...

  • pau rodado II
    21 Mar 2018 às 14:45

    ... eu ateh concordo com o Otaviano Pivetta ao dizer que: "o lugar do Favaro eh ao lado do Taques" (dupla dinâmica).

  • pau rodado
    21 Mar 2018 às 14:23

    Eh uma pena que somente agora (em epocas propicias a vc), resolve romper! Enquanto esteve nas tetas nao ouviu sequer os que trabalham do meio dia a meia noite e agora vem com essa? O tempo eh e sempre foi o sr da razao!

  • Estrategista Eleitoral
    21 Mar 2018 às 13:31

    Favaro esta se colocando num ponto sem Base e sem Apoio, Neurilan verdadeira ancora atrelada ao investigado ze domingos. O senado vem pesado sem apoio dos campos e do Taques. TEM SAÌDA? Sim, ter um LEGITIMO SERVIDOR PÚBLICO com bom trânsito entre os CEM MIL servidores públicos e tentar trazer uma campanha mais franca e coletiva e ai sim terá CHANCES REAIS DE SER ELEITO.

Sitevip Internet