Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Notícias / Política MT

Taques manda recado a Jayme: “desta cobra ele não será mordido”

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/Da Redação - Lucas Bólico

27 Mar 2018 - 16:15

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Taques manda recado a Jayme: “desta cobra ele não será mordido”
O governador Pedro Taques (PSDB) se esquivou de entrar na polêmica do possível rompimento do DEM com o governo, mas mandou um recado direto para o ex-senador Jayme Campos (DEM), na tarde desta terça-feira (27). “Desta cobra ele também não será mordido”.

Leia também:
Não podemos viver num estado onde o medo e ameaça são armas na política, critica Mendes
 
A “mensagem” de Taques para Jayme foi dada em resposta a uma pergunta sobre a possibilidade de ter o Democratas em seu palanque, na campanha para a reeleição, neste ano. Ela faz referência a uma fala do ex-senador, que no passado descartou enfrentar Taques nas urnas, o que seria uma traição, dizendo que por essa cobra o governador não seria picado.
 
“Eu só falo de eleição depois da canjica, mas o senador Jayme Campos pode ter certeza, como ele disse, né, tenho amizade pelo senador Jayme Campos, pelo Dilmar [Dal Bosco], pelo DEM há bastante tempo, desta cobra ele também não será mordido”, disparou.
 
Taques também negou que tenha convidado a magistrada Selma Arruda, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, a compor sua chapa para as próximas eleições. Ele diz que não pode falar de política com um membro do judiciário em exercício.
 
“Eu recomendo que todas as pessoas de bem e sérias entrem na política. Jornalistas, professores, tem que entrar na política. Eu não conversei com ela a esse respeito. Ela é magistrada, não tem como conversar política com magistrado antes que saia a publicação no Diário Oficial de sua aposentadoria”.
 
Rompimento com o DEM
 
Na última semana, o DEM fez grande ato de filiação em Cuiabá pare receber Mauro Mendes e seu grupo político. Na oportunidade, o deputado federal pelo Rio de janeiro e pré-candidato a presidente da República Rodrigo Maia defendeu abertamente que o partido tenha candidatura própria ao governo do Estado e que, por conseqüência, se afaste do governo Taques.
 
Mauro Mendes fez discurso de pré-candidato, mas oficialmente não declarou que irá disputar o Governo de Mato Grosso. Trecho de sua fala, inclusive pregava mudanças e pôde ser interpretada como sendo uma crítica à atual gestão.
 
“E cada um aqui tem a sua responsabilidade. Cada um sabe que política se constrói com diálogo, política se faz com amor, não podemos viver num estado onde o medo, onde a ameaça é uma arma que se usa na política”, discursou. “Temos que dialogar com amor, temos que falar a verdade. Ninguém aguenta mais viver sob aquela sombra das mentiras, das falsas promessas, viver sob a sombra daquilo que nós sabemos que não é possível fazer. Todos nós sabemos a dificuldade que Mato Grosso passa nesse momento. Mas é com amor, é com verdade, com honestidade que nós haveremos de construir alternativas”, completou.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antônio Cuiabano
    28 Mar 2018 às 07:57

    Senhor governador assuma o senhor foi incompetente em sua gestão, se no primeiro mandato fou péssimo, imagina no segundo, esse papinho que está arrumando a casa, ninguem cai mais nessa conversa, sendo assim, "pegue seu banquinho e saia de mansinho" , fica mais bonito.

  • Elma Nara Bolsonaro
    27 Mar 2018 às 17:51

    Ehhhhh papinho toda hora! Nem um, nem outro! Meu prazer em votar este ano será em BOLSONARO!!!

  • Freitas
    27 Mar 2018 às 17:16

    ...Sonhem bastante antes do famoso choque de realidade quando abrirem as urnas...

  • Carlos Nunes
    27 Mar 2018 às 17:13

    Pois é, essa recomendação do tio Taques foi sensacional...até que enfim ele deu uma dentro. Nas próximas eleições novo presidente da república, novo governador, novos senadores, novos deputados federais e estaduais. Dizem que a nova pesquisa do IBOPE, que ainda não foi divulgada, mas vários jornalistas já analisaram.. a rejeição a esse governo é alta...os eleitores não confiam nesses políticos. A solução é ZERAR TUDO, passar a régua, e eleger uma nova safra de pessoas que comecem a escrever uma nova página na história política do Brasil. A página atuap tem que ser rasgada e jogada no fogo. Teve de tudo...até grampos, pedaladas no FUNDEB e FETHAB, etc. Daqui a cem anos, quando perguntarem em qual governo apareceu grampos...até estudante do primeiro grau vai saber, pois já entrou na história de Mato Grosso.

  • Abílio Manoel
    27 Mar 2018 às 17:03

    Professor se se for de direita, por que os de esquerda (que são maioria) só farão merda!

Sitevip Internet