Olhar Direto

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Política MT

CULPA DE SÃO PEDRO

Governo culpa chuvas e adia entrega da Salgadeira que estava marcada para o próximo domingo

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Governo culpa chuvas e adia entrega da Salgadeira que estava marcada para o próximo domingo
O Governo do Estado anunciou na manhã desta terça-feira (03) que a entrega do Complexo da Salgadeira, prevista para ocorrer no próximo domingo (08), data do aniversário de 299 anos de Cuiabá, foi adiada por conta das chuvas. Por meio de nota, o Executivo afirmou que a inauguração ainda não tem data definida.

Conforme noticiado pelo Olhar Direto, na semana passada, o governador Pedro Taques (PSDB) se irritou durante entrevista, ao ser questionado sobre a morosidade de determinadas obras que estão sob a responsabilidade do Governo do Estado. Taques disse que não é “São Pedro” e garantiu que as obras seguem o cronograma. A entrega da Salgadeira no próximo domingo havia sido anunciada pelo Gabinete de Comunicação.

Leia mais:
- Taques diz que não é “São Pedro” e garante entrega de PSMC e saída para Chapada até julho
- Com 90% de conclusão, obras na Salgadeira entram na reta final; veja como está

“Devido às chuvas constantes que caíram no final de março, a entrega oficial do Complexo Turístico da Salgadeira, situado na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), em Cuiabá, não será realizada no dia 8 de abril, aniversário de Cuiabá. A abertura do espaço deve ocorrer ainda este mês, com data a ser definida. Os trabalhos no local já ultrapassam 95% de execução, restando apenas retoques de pintura, acabamentos nas trilhas suspensas, forros e outros itens”, diz trecho da nota emitida nesta terça-feira.

Projeto

O projeto prevê um estacionamento, uma central de lixo e gás, uma central de tratamento de esgoto, um posto policial, guaritas, um restaurante, uma loja, um mirante e um Centro de Interpretação do Turista, para estudo do turismo na região.

Também serão instaladas trilhas elevadas, para que os visitantes não pisem nas rochas e vegetação, na mesma diretriz que ocorre no arquipélago de Fernando de Noronha.

Histórico

O Complexo Turístico da Salgadeira tem área total de 72,4 mil metros quadrados. O local foi interditado em 2010 por determinação judicial, devido à detecção de vários problemas ambientais, como a disposição de resíduos a céu aberto, causados pela ocupação e uso irregular do espaço ao longo dos anos.

As obras de revitalização da Salgadeira foram iniciadas em 2014, com previsão de entrega até a Copa do Mundo e paralisados devido a inconsistências de projeto. Foram retomadas em 2016, mas parada novamente devido ao término do contrato.

A responsável por retomar e concluir o projeto será a Concremax Concreto Engenharia e Saneamento LTDA. O valor global da obra é de R$ 12.637.552,78. O montante é quase o dobro do previsto inicialmente, em 2013, quando o projeto foi orçado em R$ 6,3 milhões. Ao todo, a antiga empresa gastou pelo menos R$ 2,4 milhões.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet