Olhar Direto

Domingo, 26 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

SÓ FALTA MANDAR FLORES

Taques aproveita vácuo 'deixado' por Mendes para se reaproximar de Jayme

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Taques aproveita vácuo 'deixado' por Mendes para se reaproximar de Jayme
Enquanto o ex-prefeito Mauro Mendes não responde aos apelos para que assuma a disputa pelo governo de Mato Grosso, em 2018, o governador José Pedro Taques (PSDB) tratou de se reaproximar do ex-senador Jayme Campos (DEM) e voltou a sonhar com a continuidade do Democratas, em seu palanque. Ele se encontrou cinco vezes com Jayme, em eventos públicos, em menos de uma semana.
 
Em todos, Taques derramou elogios a Jayme, com abraços e promessas de lealdade e amizade eterna. No último encontro de ambos, na noite desta terça-feira (3), o governador foi mais incisivo e colocou as pretensões de Campos, para 2018, como mais importantes do que de outros e até dele próprio.
 
Leia mais:
- “Comi canjica com amendoim e leite condensado com Jayme Campos”, diz Taques sem citar aliança

- "Mantive as leis salariais e estou apanhando, mas nada é mais gratificante do que fazer justiça", diz Taques

“Estamos conversando com o DEM. Já comemos canjica juntos, eu e o Jayme. É do domínio público que tenho bom diálogo com o [ex] senador Jayme Campos”, ponderou ele, para a reportagem do Olhar Direto, ao lado de Campos, durante a inaugruação do Centro Odontolotico Municipal Joaquim Mendes Quincas de Carvalho, na área central de Várzea Grande.
 
Sobre o fato de convencer o DEM a desistir da candidatura de Mauro Mendes, o atual chefe do Pode Executivo desconvera. “Eu não trabalho com possiblidades futuras. Prefiro esperar os acontecimentos”, emendou Taques.
 
Pouco antes do evento, emissários de Jayme Camos teriam pedido para o ex-goverandor Júlio José de Campos (DEM) não atacar Taques. Quase sempre ácido nas críticas à atual gestão do Palácio Paiaguás, desta vez o  pronunciamento de Júlio José foi um dos mais tímidos das últimas semanas.
 
Jayme avisou que o DEM não  impõe qualquer restrição em conversar com ninguém, tampouco com Taques e o PSDB. Aliás, o presidente regional do PSDB, Paulo Borges Júnior, e o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), pré-candidato ao Senado, participaram da festa de filiação de Mauro Mendes e Eduardo Botelho, entre outros, ao Democratas, realizada em 23 de março, no Centro de Eventos do Pantanal – região oeste de Cuiabá.
 
Independente de quem se coloca como pré-candidato, Jayme entende que Mato Grosso deve estar em primeiro lugar. “Acima dos interesses pessoais, sempre defendi os interesses dos mato-grossenes. Algumas vezes fui mal interpretado”, argumentou Campos.
 
Para quem se imagina quererem prudente distância, ao menos em tese, Jayme e Taques se encontraram bastante, em menos de uma semana. Nada comprova que tenham tratado de política partidária ou política de alianças.
 
Campos esteve com Pedro Taques pessoalmente duas vezes, na semana passada: uma no Palácio Paiaguás e outra na Central de Abastecimento (Ceasa), em Várzea Grnade, na última quinta-feira (29), durante entrega de máquinas e implementos agrícolas. No final de semana, supostamente tomaram canjica, em local não revelado, em Cuiabá.
 
Depois, na noite da última segunda-feira (2), tiveram novo encontro no lançamento do selo do Instituo Mato-Grossense da Carne (Imac), em evento na sede do Grupo Bom Futuro – Rodovia Helder Cândia (Estrada da Guia), na região oeste de Cuiabá. E, por fim, na inauguração do Centro Odontológico Joaquim Mendes Carvalho, em Várzea Grande.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet