Olhar Direto

Domingo, 26 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

GUERRA DE GESTÃO

Mendes "abre" balanço de empresas e desafia Taques a comparar administrações

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Mendes
O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM), além de integrar o time de ex-aliados do governador Pedro Taques (PSDB), agora faz parte também do grupo dos que trocam farpas públicas com o chefe do Executivo. Após ser rotulado como um mau gestor por Pedro Taques, Mendes desafiou o governador a comparar a atual administração à frente do Paiaguás com a passada da Prefeitura de Cuiabá. E ofereceu ainda a Taques e a “qualquer um” o balanço de suas empresas para que se verifique se estão realmente “quebradas” como o governador sugeriu.

Leia mais:
Taques ironiza Mauro Mendes e diz que suas empresas quebraram por fracasso

“É muito simples, basta ver como eu peguei a Prefeitura de Cuiabá, pegar o balanço de 2012 e ver como entreguei em 2016. Se quiser fazer um desafio, também, vamos lá dentro da minha empresa. Ela teve problemas quando eu estive ausente, quando fiquei quatro anos cuidando de Cuiabá. Durante os 25 anos que lá estive, eu mostro todos os balanços. Ano após ano cresceu, deu lucro, deu resultados, por isso virou uma grande empresa. Eu saí de lá e infelizmente teve problemas. Agora, se o governador falou isso, vamos ver como ele recebeu o Estado em 2014 e vamos ver o balanço de 2017”, declarou Mauro Mendes, em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta sexta-feira (04).

“Se ele quis jogar conversa fiada para o meu lado, em mim não pega, porque graças a Deus eu tenho a minha história, respondo por ela e tenho muito orgulho dela”, acrescentou o empresário, em resposta à declaração dada por Pedro Taques na semana passada.

Conforme o Olhar Direto noticiou em 26 de abril, ao chegar para jantar com prefeitos do PSDB em um hotel da Capital, Taques conversou rapidamente com a reportagem e ironizou Mauro Mendes, citando suas empresas em recuperação judicial. “Algumas empresas quebram também por fracasso”, declarou o governador.

O tom mais ácido utilizado pelo tucano foi uma resposta ao manifesto, divulgado em primeira mão pelo Olhar Direto, em que mais de 30 ex-aliados – incluindo Mauro Mendes – justificam porque não apoiam projeto de reeleição do atual governador.

A rejeição a Pedro Taques é explicada por tópicos que incluem caos na Saúde, não cumprimento de promessas de campanha, ineficiência na gestão, mentiras, problemas financeiros do Estado e escândalos e indícios de corrupção.

O documento, intitulado “Porque não apoiaremos a reeleição de Pedro Taques”, é assinado por lideranças políticas como o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), Otaviano Pivetta (PDT), ex prefeito de Lucas do Rio Verde e ex coordenador geral da campanha de 2014, a ex-secretária do Gabinete de Combate à Corrupção Adriana Vandoni e Aldo Locateli, apoiador e financiador das campanhas de 2010 e 2014.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet