Olhar Direto

Sábado, 23 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

SUCESSÃO ESTADUAL

Taques sugere que oposição denuncie ao MP suposto uso da máquina em pré-campanha à reeleição

27 Jun 2018 - 08:04

Do Enviado Especial a Chapada dos Guimarães - Ronaldo Pacheco

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Taques sugere que oposição denuncie ao MP suposto uso da máquina em pré-campanha à reeleição
Diante dos ataques sistemáticos da oposição sobre susposto uso da máquina administrativa para a pré-campanha à reeleição, o governador José Pedro Taques (PSDB) sugeriu que os adversários formalizem a denúncia ao Ministério Público Eleitoral (MPE). Ele demonstra claro aborrecimento com as críticas às suas viagens aos municípios, ao que classifica como período de entregas de obras e serviços e, principalmente, à Caravana da Transformação.
  
Nas últimas semanas, os deputados estaduais Zeca Viana (PDT), Janaína Riva (PMDB) e Valdir Barranco (PT) recrudesceram nas críticas ao fato de Taques ter ampliado publicidade e, também, as viagens ao interior.
 
Leia mais:
– Pedro Taques diz que não se incomoda com críticas, mas desabafa ao cobrar reconhecimento
 
– “A eleição não precisa ter tantos gastos”, afirma Pedro Taques ao defender respeito ao limite imposto pelo TSE 
 
O chefe do Poder Executivo ponderou que está cumprindo algumas das principais promessas da campanha de 2014. “Dizem que faço uso da máquina? Então, eles devem denunciar ao Ministério Público Eleitoral. Que façam isso!”, desafiou Taques, em resposta à reportagem do Olhar Direto, após participar de evento em Chapada dos Guimarães.
 
A intepretação de Taques é de que a oposição faz ‘barulho’ por estar no lugar em que foi colocada pelo eleitorado, em 2014. “A oposição está no local em que o povo a colocou. O povo entendeu que não poderiam administrar Mato Grosso e estão no local certo. Eu não me importo. Vou continuar o meu trabalho. Se eu faço, reclamam! Se eu não faço, também reclamam! É para fazer o quê? O que a oposição quer?”, disparou ele, ao lado da prefeita Thelma Pimentel de Oliveira (PSDB) e do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), vice-líder do governo na Assembleia.
  
Ataque da oposição
 
A oposição tem aumentado a pressão nos ataques ao Palácio Paiaguás e o deputado Zeca Viana denunciou que o governo do Estado desrespeita o princípio da impessoalidade nas campanhas publicitárias para focar em Pedro Taques, pré-candidato à reeleição, conseguir se auto-promover. Na avalição do parlamentar do PDT, trata-se de abuso do poder econômico, o que se configura como crime. “Usam dinheiro público para falar bem do governador”, criticou Viana.
  
Zeca defende que a prática acabe, porque a publicidade no poder público existe para dar luz às ações que beneficiem a população. “Dinheiro público para campanha institucional é exatamente para cuidar de serviços como vacinação, para poder falar das coisas que vão beneficiar as pessoas e não se auto-promover, como fazem como ele [Taques], que é o que tem sido o grande problema”, emendou o líder do Partido de Leonel Brizola.
 
Uma da líderes da oposição, a deputada  Janaína Riva entende que   o uso da máquina por Pedro Taques é “algo gritante e flagrante”. Janaína lamenta que, além de dificultar a atuação de legendas que se opõem ao modelo de governo vigente, ainda leva as eleições a um nível mais baixo. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet