Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

TRATATIVAS EM ANDAMENTO

Taques garante que tem financiadores para reeleição, mas ainda aguarda viabilidade política

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Taques garante que tem financiadores para reeleição, mas ainda aguarda viabilidade política
As mudanças na legislação eleitoral que reduziram drasticamente o custeio das campanhas eleitorais a partir deste ano, mas definiu também que somente pessoas físicas sejam doadoras, não preocupam o governador Pedro Taques (PSDB), que garantiu já ter financiadores caso decida disputar a reeleição. Taques, no entanto, afirma que ainda aguarda saber se terá “viabilidade política” para decidir sobre candidatura.

Leia mais:
“A eleição não precisa ter tantos gastos”, afirma Taques ao defender respeito ao limite imposto pelo TSE

“Várias pessoas querem contribuir com a campanha sim. Numa eventual campanha. Eu não gosto de ficar fazendo adivinhação, a democracia exige campanha, a democracia exige eleição a preços razoáveis. Eu acredito que com esse valor dá sim para fazer uma campanha. Eu não tenho dinheiro. Mas isso não está decidido, eu estou conversando com os partidos que estão conosco. É preciso decidir a viabilidade política disso. O cidadão precisa entender que nós fizemos um Governo para o mais simples, para o mais humilde, para aquele que mais precisa”, declarou Pedro Taques, na manhã desta quinta-feira (28).

Questionado sobre o que significaria tal viabilidade, Taques afirmou que os partidos políticos precisam “desejar” sua reeleição, mas fez questão de destacar que “muitas vezes o que é mais pode ser menos, o que é menos pode ser mais”, sugerindo que não se importa em ter poucas siglas em seu arco aliança, desde que as legendas sejam de peso.

Em 2014, quando se elegeu governador, Taques investiu R$ 33 milhões em sua campanha e possuía 13 partidos o apoiando: PDT, PP, DEM, PSDB, PSB, PPS, PV, PTB, PSDC, PSC, PRP, PSL e PRB.

Este ano, conforme limitou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os candidatos ao Governo de Mato Grosso só vão poder gastar R$ 5,5 milhões. E, até o momento, somente sete partidos declararam apoio a Taques: PSDB, PPS, PSB, SD, Patriota, PRTB e Avante.
 
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet