Olhar Direto

Sábado, 18 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

​campanha

Advogado que moveu ações contra Taques será coordenador jurídico de Mauro Mendes

05 Jul 2018 - 15:35

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/Da Redação - Lucas Bólico

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Advogado que moveu ações contra Taques será coordenador jurídico de Mauro Mendes
Embora DEM e PDT não confirmem o fechamento de aliança e a composição de chapa ao Governo de Mato Grosso, liderada por Mauro Mendes (DEM) tendo Otaviano Pivetta (PDT) de vice, as duas agremiações já "convergem" juridicamente. O PDT já moveu duas ações contra o governador Pedro Taques (PSDB) por suposto desrespeito à legislação eleitoral. Em ambos os casos, as ações são assinadas pelo advogado Rodrigo Cyrineu, que será o coordenador jurídico da campanha de Mauro Mendes.

Leia também:
Taques é acionado pela terceira vez na Justiça e PDT quer suspensão de decretos
PDT aciona Taques na Justiça por promoção pessoal com obra "inacabada"

 
O DEM já havia confirmado a contratação do jornalista Antero Paes de Barros para coordenar o marketing da campanha. Em entrevista concedida há pouco, o presidente do Democratas, deputado federal Fábio Garcia, confirmou que a coordenação jurídica ficará sob o comando de Rodrigo Cyrineu.
 
As ações contra Taques assinadas por Cyrineu, no entanto, foram movidas pelo PDT e não pelo DEM. Questionado se enxerga desrespeito à legislação eleitoral por parte do governador, Fabio Garcia desconversou. “O DEM não fez nenhuma representação por enquanto até que eu saiba, não fizemos nenhuma representação nesse sentido, então não tem nada a dizer”, declarou. “Eu acredito na Justiça do Brasil, acredito na Justiça Eleitoral e a Justiça atuará se observar que está tendo algum exagero. Então vamos confiar na Justiça”, completou.
 
Advogado Rodrigo Cyrineu será coordenador jurídico da campanha de Mauro Mendes (Arquivo)

Além do PDT, Garcia afirma que o DEM vem mantendo intenso diálogo com PSD e PRB. “Mas estamos abrindo conversa com outros partidos também. Então essa decisão [de fechar a chapa] é feita entre todos os partidos que estão dispostos a participar da coligação”, sustentou.
 
Ações contra Taques
 
O Partido Democrático Trabalhista acusou o governador Pedro Taques de estar se auto-promovendo em eventos do Executivo, o que, se comprovado, pode ser classificado pelo órgão como propaganda extemporânea com uso da máquina pública. Na ação, o partido destaca a “inauguração da obra inacabada do Novo Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (Cidrac)”.
 
A outra ação do PDT contra o governador foi pela prorrogação do decreto que concede desconto aos contribuintes até o fim do período eleitoral, o que – conforme a legenda - demonstraria atitude "exclusivamente eleitoreira".
 
Primeira ação
 
Antes de o PDT acionar a Justiça eleitoral, o PR já havia denunciado suposto abuso de poder político durante inauguração de obras nos últimos dias na região da grande Cuiabá. O desembargador Pedro Sakamoto não viu razões que sustentassem a ação e indeferiu o pedido.

Coordenação Jurídica de Taques

Pedro Taques também já definiu quem será seu advogado nesta campanha à reeleição. O governador assinou contrato com José Antônio Rosa, jurista com experiência em marketing eleitoral e histórico de campanhas do PSDB.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet