Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

eleição 2018

​Já apoiei muito o Mauro e está na hora de cobrar, diz Fagundes

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

​Já apoiei muito o Mauro e está na hora de cobrar, diz Fagundes
O senador Wellington Fagundes (PR) afirmou que ainda mantém diálogos com o DEM, partido cujo pré-candidato é Mauro Mendes, e brincou que já apoiou muito o ex-prefeito de Cuiabá e que agora chegou a hora de “cobrar” o apoio de volta.

Leia também:
Selma reforça veto ao MDB e diz que estava apenas "passeando" em gabinete de Wellington
 
Fagundes sustenta que não recua da pré-candidatura ao Paiaguás e que também não rompe relação com nenhum partido. “Eu quero dizer que eu já apoiei muito o Mauro e até acho que está na hora de cobrar esse apoio agora. Eu nunca cortei relacionamento e nem o diálogo com o DEM e muito menos com o Mauro, com o Fabinho [Garcia], que é o presidente, com todos do Dem. Então, nós precisamos construir”, declarou o republicano.
 
Fagundes ainda aproveitou para rasgar elogios a Fábio Garcia. “Nós temos uma amizade muito grande, trabalhamos muito juntos neste mandato”, afirmou. “Eu como senador e ele como deputado, mas desde antes, já como deputado e o Fábio como secretario [de Cuiabá] fizemos alguns trabalhos, alguns recursos que vieram aqui pra Cuiabá, então acho que aqui todos somos irmãos, mesmo que tenhamos condições político-partidárias diferentes”.
 
Sobre a aproximação com o PSL e a resistência de Selma Arruda em se juntar ao bloco liderado por ele, Wellington pregou que “problemas pessoais” sejam deixados de lado em nome de um bem comum.
 
“Ontem também eu recebi a visita do PSL com a presença do Galli e com a doutora Selma, com várias pessoas que são candidatas do PSL buscando um entendimento conosco. Até isso [resistência de Selma] foi discutido. Isso é natural. Então eu penso que pra chegar na coligação todos tem que apartar problemas pessoais e olhar o comum, olhar aquilo que interessa no global. Então eu tenho certeza que vamos superar, estando no mesmo palanque ou discutindo no processo eleitoral para que depois do processo eleitoral a gente possa juntar as mãos e trabalhar por Mato Grosso”. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet