Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

DA MESMA BASE

“Adilton terá o meu apoio, minha amizade e meu voto”, diz Maggi sobre briga pelo Senado

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Blairo Maggi cobra que levem em consideração a sua amizade com Adilton Sachetti

Blairo Maggi cobra que levem em consideração a sua amizade com Adilton Sachetti

Eles foram vizinhos na infância, amigos na juventude, se tornaram compadres na vida adulta e continuam juntos na militância política. É o relacionamento do ministro da Agricultura e Pecuária, senador Blairo Maggi, com o deputado federal Adilton Sachetti (PRB), pré-candidato ao Senado  da República.
 
Blairo Maggi afirmou que a sua história fala por ambos e que estará no mesmo palanque do compadre. “É óbvio que, se o Adilton for candidato [ao Senado], terá o meu apoio, minha amizade e o meu voto. Somos amigos de infância”, afirmou o ministro da Agricultura.
 
Leia mais:
-  MT deve priorizar industrialização; mercados são cada vez mais exigentes

- Mauro lidera disputa ao Paiaguás com 23% das intenções de voto; veja índices de rejeição

Independente da expectativa, porém, não vai conduzir as conversações. “Não vou pegar o Adilton Sachetti e levar para uma aliança e dizer: ‘você vai ficar aqui’. Isso é uma articulação a ser encaminhada e fechada do grupo dele”, ponderou o senador pelo PP.
 
O ministro da Agricultura aproveita para mandar um recado ao ex-prefeito Mauro Mendes (DEM), pré-candidato ao governo de Mato Grosso, com quem se reuniu no último domingo (8). “Todos os candidatos a governador de Mato Grosso conhecem a relação que eu tenho com Adilton. Se quiserem levar isso em conta isso, tudo bem, tudo bem”, provocou Maggi, em resposta à reportagem do Olhar Direto.
 
Depois de elogiar os demais pré-candidatos ao Seando, como Carlos Fávaro (PSD), Jayme Campos (DEM), Margareth Buseti (PP), ele reiterou o seu apoio a Sachetti. “É evidente que, em consolidando a candidatura dentro de um grupo, o Adilton terá o meu apoio, sim. Sem nenhum problema”, emendou Maggi.

A costura de Adilton Sachetti indica para coligação do PRB com o DEM, que tem Mauro Mendes na briga para o governo de Mato Grosso e Jayme Campos para o Senado. O martelo não foi batido ainda porque o Diretório Regional do DEM abriu conversações com o MDB e com o PSD, do ex-vice-governador Carlos Fávaro, também pré-candidato ao Senado.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet