Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Frentinha

Pros e PHS podem fechar com Mauro e vereador sugere candidatura avulsa a Medeiros

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Pros e PHS podem fechar com Mauro e vereador sugere candidatura avulsa a Medeiros
Os partidos que compõe o bloco denominado ‘frentinha’ podem tomar rumos diferentes em relação aos candidatos ao Governo do Estado na eleição de outubro. A informação foi confirmada pelo presidente regional do Pros, vereador Dilemário Alencar, que é pré-candidato a deputado estadual e não esconde o desejo de formar aliança com o grupo do ex-prefeito Mauro Mendes (DEM).

Leia também
Em reunião com Mauro Mendes, Bezerra garante MDB na chapa do DEM


Composta pelo Podemos, Avante, Pros, PRP, DC, PMN e PHS, a frentinha se reuniu neste ano com todos os pré-candidatos ao governo, porém, até o momento, não há nenhuma definição de que rumo seguir.

Conforme Dilemário Alencar, o seu partido e o PHS estão próximos de fechar apoio com o grupo que irá lançar o ex-prefeito Mauro Medes ao governo, chapa esta que provavelmente não tem espaço para acomodar o senador José Medeiros (Pode), líder do bloco, que tenta reeleição.

“O Pros, junto com o PHS, que são os dois partidos que mais tempo de televisão tem, estamos colocando muito claro dentro destes partidos o apoio pela candidatura do ex-prefeito Mauro Mendes junto com o ex-prefeito Otaviano Pivetta. Estamos buscando acomodar o senador Medeiros, então certamente vamos ver qual o desfecho desta conversa com o Medeiros com o Wellington para discutir”, disse o parlamentar em entrevista à rádio Capital FM na manhã desta terça-feira (17).

“Vamos esperar o resultado desta conversa. Acho difícil [Pros ir com Wellington], vai depender do convencimento dentro do Pros. O Medeiros tem que ter a liberdade. Ele é candidato a Senador. Não tem vaga lá no Mauro, ele não vai com o Pedro Taques, o Wellington está oferecendo. Vamos ver a conversa dele, mas já pontuamos que dificilmente o Pros e PHS pode ir junto”, avaliou.

Para o vereador, uma das alternativas poderia ser o senador tentar a reeleição com uma candidatura avulsa, assunto ainda discutido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), usando a base de sustentação dos partidos da frentinha.

“Estamos levantando também esta tese de uma candidatura avulsa do Medeiros, por que não? Ele pode ser candidato avulso com a frentinha dando base de sustentação a ele, com tempo de televisão bom, cinco ou sete partidos aqui embaixo. Tem discussão até dia 5 de agosto, vai acontecer muita coisa ainda, mas o fato é que o Pros está bem articulado na chapa de estadual, federal e vamos buscar o melhor projeto para Mato Grosso”, concluiu.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet