Olhar Direto

Sábado, 18 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

disputa

Na TV, governador diz que ex-aliados precisam de psicólogos e que não pretende contra-atacá-los

Foto: TV Mais

Na TV, governador diz que ex-aliados precisam de psicólogos e que não pretende contra-atacá-los
O governador Pedro Taques (PSDB) sugeriu que seus ex-aliados procurem por psiquiatras ou psicólogos para analisá-los, por estarem atacando a atual gestão e afirmou não ter mudado a sua postura desde que assumiu o Palácio Paiaguás, com o apoio deles no ano de 2015.

Leia também
"Gostaria de entregar governo para alguém melhor que eu", diz Taques sobre Sachetti ser vice


Em entrevista ao programa Emparedado, da TV Mais, na noite desta terça-feira (17), o chefe do Executivo disse ter visto a criação deste grupo de ex-aliados, encabeçado pelo DEM, com espanto e que ele continua o mesmo desde que foi eleito governador.

“Eu vejo a formação deste grupo com espanto, com olhos de estranheza. Nós temos que contratar um psicólogo ou um psiquiatra para analisá-los, porque eu não mudei. Eu sou o mesmo Pedro Taques chato que as pessoas falam, o Pedro Taques que não importa com dinheiro, que quer fazer as coisas para as pessoas mais simples. As pessoas que me apoiaram me conheciam. Algumas pensaram que mandariam em mim. Só que eu fui eleito governador”, disse o chefe do Executivo.

O tucano ainda afirmou que não se sente traído e que não pretende contra-atacar seus novos adversários usando baixaria em caso de decidir disputar a reeleição. Segundo o governador o seu trabalho com a população mais carente irá continuar sendo feito.

“Traído eu não me sinto e eu sinceramente acho que o cidadão vai saber diferenciar isso. O cidadão não quer baixaria. Eu teria elementos para falar de outras pessoas, mas eu não quero falar isso. Eu prefiro estar com o cidadão, com o povo. Com aquele mais simples, com o cidadão que recebeu título, com aquele cidadão que fez a cirurgia na caravana, com aquele que está em uma escola em tempo integral, com aquele que agora tem uma estrada pavimentada em frente de sua casa”, avaliou.

O Partido Democratas esteve na base de sustentação do governo Pedro Taques até o início deste ano, porém, com muitos membros insatisfeitos, a sigla liderada pelo ex-senador Jayme Campos decidiu romper e lançar projeto próprio com o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes como pré-candidato ao Governo e o próprio Jayme Campos para disputa de Senado.

Com conversas avançadas com o PDT, PSD e MDB, o novo grupo vem se fortalecendo e deve ser o principal adversário de Taques na eleição de outubro, como já se vê em algumas pesquisas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet