Olhar Direto

Sábado, 18 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

contra-ataque

Ex-reitora lamenta críticas de Galli e diz que partido comunista não é o mesmo da Guerra Fria

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Ex-reitora lamenta críticas de Galli e diz que partido comunista não é o mesmo da Guerra Fria
A ex-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Maria Lúcia Cavalli Neder, pré-candidata ao Senado pelo PCdoB, respondeu às críticas feitas pelo deputado federal Victório Galli (PSL) ao partido de esquerda e disse lamentar a falta de diálogo de alguns alguns políticos por questões ideológicas.

Leia mais
Galli diz que Fagundes terá de abrir mão do PC do B se quiser aliança com PSL


Galli, que preside o PSL em Mato Grosso, chegou a conversar bastante com o senador e pré-candidato ao Governo Wellington Fagundes (PR), para uma possível coligação, porém exigiu que ele rompesse com partidos de esquerda como o PCdoB e não se coligasse com o PT.

Em entrevista ao Olhar Direto, a ex-reitora disse lamentar que um deputado não possa abrir um diálogo com políticos de outros partidos pela questão ideológica e por não compreender que o partido comunista já não é mais o mesmo do tempo da Guerra Fria.

“Eu lamento, porque a política é a arte do diálogo e quando você vem para uma aliança tem que vir com o espírito aberto. Também lamento que a compreensão com o PCdoB seja numa acepção negativa. O PCdoB é o partido do povo, é um partido que visa e busca a inclusão social, que busca a valorização do trabalhador, que busca trabalhar pela diminuição da desigualdade social, que busca trabalhar pelo respeito as diversidades, contra a opressão, contra o racismo. É um partido do povo, para o povo na busca do bem e que a sociedade possa viver com dignidade em todas as classes sociais”, disse a reitora no evento de oficialização de sua pré-candidatura ao Senado.

“As vezes por não compreenderem o PCdoB é que há esta rejeição, principalmente por causa de lutas do passado em que os Estados Unidos e a Rússia se digladiavam na Guerra Fria e ai tem esta propaganda negativa, mas acho que hoje já está sendo superada. As pessoas hoje compreendem o partido que defende o povo. E eu sou deste partido”, afirmou.

O PCdoB segue com o projeto de lançar a ex-reitora na chapa majoritária do senador Wellington Fagundes, como candidata ao Senado. O grupo atualmente conta com o apoio também do PP, PTB e PR.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet