Olhar Direto

Domingo, 26 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Convite para vice

'Isto é especulação', diz Leitão sobre tratativa para Sachetti assumir governo em caso de reeleição

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

'Isto é especulação', diz Leitão sobre tratativa para Sachetti assumir governo em caso de reeleição
O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) negou que exista uma tratativa de seu partido para que o seu colega parlamentar Adilton Sachetti (PRB) recue do projeto de candidatura ao Senado e dispute a eleição no cargo de vice do governador Pedro Taques (PSDB), para assim poder assumir o Palácio Paiaguas na reta final do mandato.

Leia mais
"Gostaria de entregar o governo para alguém melhor que eu", diz Taques sobre Sachetti ser vice


A hipótese foi levantada após declarações do próprio governador Pedro Taques à imprensa nesta terça-feira (17), de que pretendia entregar o seu governo para alguém melhor do que ele, ao responder sobre a possibilidade de ter Sachetti como seu vice no projeto de reeleição.

Nos bastidores, existe uma conversa de que Taques, em uma eventual reeleição, cumpriria apenas três anos de mandato e deixaria o cargo com o vice no último ano para disputar novamente o cargo de senador.

Para Nilson Leitão, tudo não passa de especulação. Ele garante que o PSDB está focado em vencer a eleição antes de definir o que irá acontecer em um eventual segundo mandato do governador tucano.

“Isto é especulação pura. Primeiro tem que ganhar a eleição, depois, governar. Depois, quando tiver governando, quem for o vice, é lógico que tem a possibilidade de participar do governo, de assumir o governo. Isso é normal, mas a concentração agora é ganhar a eleição e não preocupar com o que vai ocorrer daqui quatro anos”, disse o deputado em entrevista à rádio Capital FM na manhã desta quarta-feira (18).

O parlamentar, no entanto confirmou que o PSDB está conversando bastante com Sachetti e que pretende ter o seu apoio nesta eleição, assim como o da juíza aposentada Selma Arruda (PSL), que também pretende disputar uma das duas vagas de Senado.

“Temos a expectativa de trazer mais partidos. Estas são as conversas mais próximas, o governador Pedro Taques estava conversando mais com a juíza Selma, e eu mais com o Adilton, que deve dar uma resposta neste fim de semana. Vai depender da resposta dele para continuarmos a conversar com os próximos”, concluiu.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet