Olhar Direto

Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

resposta ácida

Taques acusa Mauro Mendes de usar redes sociais e fazer promessas com oportunismo

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Taques acusa Mauro Mendes de usar redes sociais e fazer promessas com oportunismo
O governador Pedro Taques (PSDB) rebateu a fala do pré-candidato Mauro Mendes (DEM) de que conseguiria fazer o VLT em um ano, e afirmou que a afirmação ‘passa um oportunismo absurdo’. Segundo o atual governador, o ex-prefeito de Cuiabá fala, mas não consegue cumprir, e usa ‘oportunismo político’ nas redes sociais.

Leia também:
Mauro Mendes diz que vai manter parte do secretariado de Taques caso seja eleito

A declaração foi feita no início da tarde desta sexta-feira (27), em entrevista dada por Pedro Taques (PSDB) a Everton Pop, no ‘Programa do Pop’. O jornalista perguntou se a afirmação de Mendes não parecia uma provocação.

“Passa um oportunismo. Oportunismo absurdo”, respondeu Taques. “Passa aqueles que querem falar, mas não conseguem cumprir. Por exemplo, o ex-prefeito de Cuiabá prometeu entregar o Hospital e Pronto Socorro em dois anos. E ele só começou a obra no terceiro ano do mandato dele, que era o meu primeiro, porque o Estado ajudou. Portanto, não adianta mentir pro cidadão”.

A declaração de Mauro Mendes sobre o VLT foi dada no programa Resumo do Dia, na noite da última terça-feira (24). “O que eu posso dizer com toda tranquilidade é o seguinte: nós vamos resolver as obras do VLT em no máximo um ano. Agora qual é a solução? Se der para terminar nós vamos terminar. Se não der para terminar nós vamos dizer quais os motivos, porquê e qual a alternativa. Não vamos ficar mais quatro anos, como ficou agora, enrolando e não fazendo nada, com os trilhos sucateados e os vagões ao relento”, disparou o pré-candidato.

Ainda no Programa do Pop, o governador aproveitou a deixa para fazer outra crítica a Mauro, insinuando que ele usa as redes sociais com oportunismo político. “Parece candidato que, na hora que decide ser candidato, cria redes sociais, Facebook, Instagram, e começa a dar entrevista, fazer vídeos. Isso é oportunismo político. Pra você ter uma ideia, desde 2009 eu tenho Facebook, sem parar nenhum dia. Até Orkut eu tenho. Instagram eu tenho desde que eu era Senador, porque eu debato com o cidadão todos os dias, não tem oportunismo”.

Caravana da Transformação

Taques ainda afirmou que a ação proposta pelo PDT, no último mês, que tinha o intuito de suspender a ‘Caravana da Transformação’ foi ‘por politicália’. “O candidato do lado de lá ajuizou uma ação no TRE pra que essas pessoas, ou parte delas, das últimas caravanas – porque nós começamos em 2016 – [que] elas não passassem pelo retorno médico. Imagine, perder o que foi feito? Eu não faço o diabo pra ser eleito, pra ficar no poder, eu faço a coisa certa, quero conversar com o cidadão”, disparou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet