Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

grave acusação

Mendes diz que Taques precisa dar explicações sobre "grampolândia" após depoimento de cabo

28 Jul 2018 - 12:01

Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo e Lucas Bólico

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Mendes diz que Taques precisa dar explicações sobre
O pré-candidato ao Governo do Estado Mauro Mendes (DEM) afirmou que o depoimento do cabo Gerson Corrêa nesta madrugada sobre o envolvimento de Pedro Taques (PSDB) na “Grampolândia Pantaneira” demandará do governador “explicações muito convincentes”. Para o democrata, tudo o que foi dito pelo policial é de extrema gravidade e precisa ser esclarecido para a sociedade.

Leia também:
Cabo afirma que ex-chefe da Casa Civil financiou grampos ilegais e dispara: "o dono disso tudo é o governador"; veja
 
“Crimes contra a democracia são crimes muito ruins. A invasão da privacidade, o desrespeito aos limites da legalidade, com certeza comprometem a imagem de qualquer pessoa, principalmente aquelas que ocupam cargos públicos”, afirmou Mauro Mendes, na manhã deste sábado (28).
 
O cabo Gerson Corrêa foi interrogado na 11ª Vara Criminal Militar sobre a existência dos grampos ilegais em Mato Grosso. Ele apontou o governador Pedro Taques (PSDB) e o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, como os principais beneficiários do esquema "Na minha convicção, o dono disso tudo é ele [Pedro Taques]", disparou o policial militar.
 
Para Mauro Mendes, o caso precisa ser elucidado. “Eu tenho certeza que todos terão direitos de se explicar, mas me parece uma acusação muito grave e que vai demandar explicações muito convincentes pra que não fique uma mancha irreparável na carreira dos que estão sendo acusados”.
 
"O dono disso aqui não sou eu, nem o coronel Zaqueu. Os donos disso aqui são Paulo Taques e o governador Pedro Taques. Longe da Polícia Militar", disparou o cabo, que chegou a tentar arrolar o chefe do Executivo com testemunha. "Você começa a perceber que os interesses não eram apenas do Zaqueu , mas sim do Paulo Taques e do governador do Estado, o senhor Pedro Taques. Não tenho a menor dúvida disto. Nunca ninguém do MP ou Judiciário me pediu nada", revelou o cabo Gerson, que chorou diversas vezes durante o interrogatório e pediu desculpas à sociedade.

Outro lado

O Governo do Estado informa que o governador Pedro Taques determinou a apuração de todos os fatos relacionados às supostas escutas telefônicas clandestinas assim que a denúncia chegou ao conhecimento dele, em 2015, garantindo independência das Polícias Civil e Militar nas investigações.

O Governo do Estado ressalta ainda que o governador Pedro Taques solicitou ao Superior Tribunal de Justiça que ele próprio fosse investigado neste caso para comprovar, perante a Justiça, que não teve qualquer envolvimento nos fatos narrados por terceiros.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet