Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Notícias / Política MT

Jayme Campos investe R$ 500 mil do próprio bolso em candidatura ao Senado

Da Redação - Érika Oliveira

23 Ago 2018 - 17:01

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Jayme Campos investe R$ 500 mil do próprio bolso em candidatura ao Senado
Líder em todas as pesquisas de intenção de votos que foram divulgadas até o momento, o candidato Jayme Campos (DEM) investiu do próprio bolso a bagatela de R$ 500 mil na campanha rumo ao Senado. Os dados constam em seu relatório financeiro de doações, encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Leia mais:
Somado, valor arrecadado por Fagundes e Taques ultrapassa meio milhão de reais

Conforme a declaração, Jayme já gastou R$ 741.625,00 com a campanha. De acordo com o detalhamento, R$ 300 mil foram investidos em publicidade, R$ 300 mil em produção de programa eleitoral, R$ 70 mil em assessoria jurídica, R$ 20 mil na locação de imóveis em nome de sua filha, Michele Cristina Sacre Campos, R$ 11.625 em serviços gráficos, R$ 10 mil na criação e inclusão de páginas na internet, além de R$ 30 mil em serviços não especificados.

Esta é segunda vez que Jayme busca chegar ao Senado. Em 2006 ele foi eleito senador com 61% dos votos válidos. Já foi prefeito de Várzea Grande por duas vezes e governador de Mato Grosso.

Na convenção partidária que oficializou as candidaturas do Democratas, Jayme fez questão de destacar que nunca perdeu nenhuma das eleições que disputou e fez seu discurso em tom de “já ganhou”.

Waldir Caldas

O advogado Waldir Caldas, candidato ao Senado pelo partido Novo, também declarou sua arrecadação de campanha. Até o momento, conforme os dados fornecidos, ele obteve R$ 19.978,00 em várias doações de pessoas físicas. Caldas ainda não divulgou seus gastos.

Os demais candidatos ao Senado ainda não declararam o relatório financeiro das doações recebidas para a campanha. Na última quarta-feira (22), o TRE de Mato Grosso alertou para a obrigatoriedade da declaração. Por força de lei, assim que receber qualquer doação em dinheiro, todos os candidatos têm 72 horas para enviar o relatório à Justiça Eleitoral, por meio eletrônico. Caso sejam constatados indícios de pagamento de campanha eleitoral sem a devida informação oficial, os dados serão enviados à Procuradoria Regional Eleitoral.
 

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Andrio
    20 Set 2018 às 08:24

    Jaime campos? Está ai um candidato que não voto. A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, na qual a esposa dele (Lucimar Sacre de Campos) é prefeita, e na qual ele próprio foi secretario, é campeã em não acertar as verbas rescisórias. E quando questionados, falam que o pedido já está no setor financeiro para ser pago, mas que estão apenas esperando Lucimar Sacre de Campos liberar o pagamento. Detalhe: tem mais de 8 meses que dizem isso. Enquanto isso, os "amigos/apadrinhados" que fizeram solicitação posterior, já receberam...

  • Angelo
    24 Ago 2018 às 22:49

    Do bolso dele ou do nosso bolso?

  • paulo escorpião
    24 Ago 2018 às 08:01

    quem investe 500 mil ou mais espera pegar de volta no minimo 1 milhão, e o povo continua votando como disse o pedro deve continuar na lama povo idiota e analfabetos.

  • Nonato
    24 Ago 2018 às 06:58

    Mentira grande...b se faz campanha pra senado com essa merrequinha....serà q n foi 5 milhoes?

  • Luiz Dutra
    23 Ago 2018 às 23:01

    Falar que Jaime e a Familia Campos ficaram ricos com politica, é não conheçer a historia comercial,economica de MT. Os Campos, são ricos há tres gerações, eram donos de V.Grande, uma pedaço de Cuiabá, e até de Poxoreo e Dom Aquino. Os bisavôs de Jaime e Julio foram os fundadores de V.Grande que era uma fazenda deles, o famoso Coronel Luizinho (tio de seo Fiote )deixou uma grande fortuna em terras,gados e dinheiro para os sobrinhos Nhonho Botelho de Campos, Fiote,os Pires de Miranda e demais descendentes. A Futurista, foi na decada de 60 /70/80 um dos grandes empreemdimentes comercial de Cuiabá-V.Grande. Então parem com essa bobagem de falar mal de quem trabalha e rico seus invejosos.

  • andreia
    23 Ago 2018 às 19:59

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Pedro
    23 Ago 2018 às 19:20

    Político de carreira, enriqueceu com isso, não faz nada pelo estado, militante da velha política, mas o povo continua votando nele na esperança que as coisas melhorem. É muita ignorância, merece continuar na lama.

  • Zeca
    23 Ago 2018 às 17:56

    Votarei Jayme e Leitão! A Selma está pedindo votos para o Procurador Mauro, traindo a chapa.

  • paulo
    23 Ago 2018 às 17:37

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Mirian
    23 Ago 2018 às 17:27

    Esse homem nunca fez outra coisa na vida q não fosse política. Como explica uma fortuna dessas?

Sitevip Internet