Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Notícias | Política MT

Pós-debate

Fagundes nega ligação com Silval e diz que Taques estaria devendo servidores sem ajuda da bancada

30 Ago 2018 - 17:32

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Da Reportagem Local - Érika Oliveira

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Fagundes nega ligação com Silval e diz que Taques estaria devendo servidores sem ajuda da bancada
O senador Wellington Fagundes (PR) disse não se incomodar com declarações o atrelando a Silval Barbosa, ex-governador que está cumprindo prisão domiciliar por corrupção. Em sua defesa, o republicano disse após debate realizado na manhã desta quinta-feira (30) ter trabalhado com vários governadores em seus 27 anos de mandato em Brasília e aproveitou para alfinetar o governador Pedro Taques (PSDB), dizendo que o tucano não estaria conseguindo nem pagar funcionários se não fossem as articulações da bancada federal para trazer recursos, como o FEX, por exemplo.

Leia também
Taques vê debate positivo, mas critica Mauro por não responder sobre redução em secretarias


A declaração de proximidade de Fagundes com Silval Barbosa foi feita pelo também candidato ao Governo Moisés Franz (Psol), em uma pergunta durante o debate da TV Vila Real, ocorrido nesta quinta-feira (30).

Segundo o socialista, Fagundes era aliado de Barbosa e foi omisso nas fiscalizações dos recursos federias que vieram para o Estado pagar as obras da Copa do Mundo de 2014.

Em entrevista à imprensa, após sair do debate, o senador disse que trabalhou para ajudar Silval, assim como ajudou todos os governadores com quem conviveu nos seus seis mandatos como deputado federal e os últimos quatro anos como senador.

“Eu trabalhei com todos. Lembro-me no meu primeiro mandato com Jayme Campos, depois veio Dante de Oliveira. Nós estivemos no palanque a diversos, mas ele com a sua humildade e também com o nosso trabalho fomos lá, buscamos um grande projeto de pontes para Mato Grosso. A parceria com Blairo que no primeiro mandato não foi eleito comigo, depois ele veio para o PR então assim fiz com todos inclusive com o atual governador, mesmo ele dizendo que não precisava de senador em Brasília, eu fui lá e estendi as mãos”, disse o parlamentar.

O republicano ainda voltou a criticar a falta de diálogo de Taques e afirmou que caso não tivesse o ajudado com a articulação em Brasília para trazer o recurso do Fundo de Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) no ano passado, os servidores públicos do estado estariam sem receber seus salários até hoje.

“Trabalhamos junto com toda a bancada federal e conseguimos trazer os recursos do FEX, que é o Fundo de Compensação das Exportações. Se não fosse isso o servidor público não estaria recebendo nem o salário”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet