Olhar Direto

Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Notícias | Política MT

Fatos graves

MP tem evidências de 'cirurgias fantasmas' na Caravana da Transformação e secretário será ouvido

03 Set 2018 - 17:08

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Fabiana Mendes

Foto: Fabiana Mendes/Olhar Direto

MP tem evidências de 'cirurgias fantasmas' na Caravana da Transformação e secretário será ouvido
O promotor de Justiça Mauro Zaque, coordenador do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, afirmou em entrevista, na tarde desta segunda-feira (03), que o Ministério Público Estadual (MPE) já tem evidências das supostas fraudes ocorridas nas cirurgias oftalmológicas da Caravana da Transformação. Segundo ele, os fatos são graves e o secretário de Saúde, Luis Soares, deverá ser ouvido na terça-feira (04).

Leia mais:
Gaeco cumpre mandados em secretaria e Justiça suspende contrato da Caravana da Transformação
 
“Esta operação investiga possíveis fraudes desenvolvida nas cirurgias oftalmológicas da Caravana. Temos inclusive pessoas que constam na relação como se tivessem sido submetidas as cirurgias, mas não foram. Temos outros elementos, mas não podemos divulgar, para não atrapalhar os trabalhos”, explicou o promotor.
 
Segundo Mauro Zaque, as denúncias partiram do Conselho Estadual de Saúde, há pouco mais de um mês. Os fatos investigados seriam graves e envolve um contrato de R$ 50 milhões do Estado com a empresa 20/20, que é alvo da ‘Operação Catarata’.
 
“Estamos buscando informações. Devemos nos próximos dias ouvir algo em torno de 15 pessoas sobre o caso. Conseguimos suspender o contrato e o pagamento para a empresa, evitando que os cofres públicos tenham prejuízo”, explicou o promotor. O secretário de Saúde será um dos ouvidos na próxima terça-feira.
 
Por fim, Mauro Zaque ainda explicou que não acredita que a denúncia tenha sido feita para prejudicar Pedro Taques (PSDB) nas eleições deste ano: “Estamos apurando fraudes, evidências de que algo de muito errado estava acontecendo”.

Operação
 
Agentes do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) de Mato Grosso e São Paulo cumpriram mandados de busca de apreensão na Secretaria de Estado de Saúde e na empresa 20/20, no nome de Fábio Vieira da Silva, localizada em Ribeirão Preto (SP). A operação foi batizada de 'Catarata'.
 
De acordo com o coordenador do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, promotor de Justiça Mauro Zaque, o objetivo da operação é apurar “fatos graves na execução do contrato da Caravana da Transformação no tocante aos serviços de oftalmologia”.
 
Os mandados de busca e apreensão foram deferidos pela juíza Célia Vidotti em ação cautelar proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público de Cuiabá.
 
Caravana
 
A Caravana da Transformação foi implantada pelo governador Pedro Taques (PSDB), em 2016. O principal objetivo é zerar as filas de cirurgias oftalmológicas em todo o estado. Ao todo, já foram 14 edições. O chefe do Executivo e candidato à reeleição tem falado com orgulho sobre o programa em suas entrevistas e debates.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet