Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de maio de 2021

Notícias | Política MT

Sabatinado

Wellington cita “inoperância” de Taques para combater sonegação e critica “desvio” do Fethab

17 Set 2018 - 09:36

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Érika Oliveira

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Wellington cita “inoperância” de Taques para combater sonegação e critica “desvio” do Fethab
O candidato ao governo de Mato Grosso, Wellington Fagundes (PR), aproveitou uma sabatina promovida pela Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), na manhã desta segunda-feira (17), para citar a inoperância de seu adversário Pedro Taques (PSDB) no comando do Executivo, no que se refere a combater a sonegação. Além disto, criticou o que chamou de “desvio” do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

Leia mais:
Ausente, Mauro Mendes é alvo de candidatos em debate; veja principais pontos
 
“A realidade do momento é essa evasão fiscal, quase que inoperância do Executivo em combater a sonegação. Se diminuir aquilo que é mais garantido, não onde recebe mais, é onde não tem como sonegar. Tributação do servidor, óleo diesel. O Fethab é mais uma coisa criada e o governo fica desviando esse dinheiro, o que não pode acontecer”, disse o senador, que postula ao cargo no Palácio Paiaguás.
 
Wellington ainda acrescentou que “se eu prometer que foi vou reduzir a alíquota de um dia para o outro, qualquer diminuição pode impactar e causar a imobilização do Executivo. Se não consegue pagar o salário, como vai funcionar a máquina, reduzir a jornada de trabalho? A melhor solução é encontrar o caminho juntos”.
 
Por conta disto, o candidato afirma que grupo de trabalho é apenas enrolação e que você só o cria quando não quer fazer o programa. Ele prometeu discutir todas as questões com a sociedade, abrir o diálogo e não ter preguiça de ir até onde está o problema, para analisa-lo e resolvê-lo.
 
O Fethab também foi tema de discussão durante o debate realizado na noite do último domingo (16), realizado pela TV Mais, afiliada da TV Cultura e pelo GW100. No embate com Arthur Nogueira (Rede), Welington se comprometeu a usar o recurso para o que foi criado e garantiu que não colocará o dinheiro advindo dele em outros setores. Logo depois, em outra pergunta, Taques rebateu as declarações do senador e garantiu que os investimentos que fez, foi cumprindo a lei.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet