Olhar Direto

Sábado, 15 de maio de 2021

Notícias | Política MT

​Segurança pública

Fagundes promete regularizar auxílio fardamento e unificar unidades de fronteira

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Fagundes promete regularizar auxílio fardamento e unificar unidades de fronteira
O candidato ao Governo do Estado Wellington Fagundes (PR) apresentou programa eleitoral voltado para propostas para a Segurança Pública. O republicano promete atenção especial para o policiamento de fronteira, considerado por ele o “calcanhar de Aquiles” do Estado, que é por onde entra a maior parte da droga consumida e comercializada em território mato-grossense e no país. Além disso, prometeu regularizar o auxílio fardamento.

Leia também:
“Mauro e Wellington me culpam até pela falta de chuva em Cuiabá”, brinca Taques em sabatina
 
Especificamente quanto à fronteira, Wellington falou em unir as unidades que operam no local e mencionou a necessidade de modernizar e integrar as ações das policias. O candidato destaca a importância de buscar soluções internas, com a participação ampla dos segmentos das corporações que integram a segurança pública. Já a regularização do auxílio fardamento, que se encontra atrasado desde 2015, é uma das maiores reivindicações dos policiais militares.
 
Reestruturação das delegacias
 
Fagundes ainda tratou da reestruturação das delegacias de defesa da mulher, se comprometendo a mudar horário de atendimento para regime de plantão e não meio período como funciona atualmente. Nas cidades onde não houver delegacias especializadas, Fagundes prometeu criar salas especiais para mulher vítimas de violência.
 
Mato Grosso figura com uma taxa de homicídios maior que a média brasileira e Cuiabá estava até o ano passado entre as cidades mais violentas do país. Para superar esses índices, Wellington considera fundamental buscar a experiência e o conhecimento dos profissionais do setor. Em todas as suas propostas, o candidato republicano destaca a importância da participação dos servidores, que atuam na diretamente na ponta. "Queremos essa experiência de quem tá no dia a dia do combate ao crime para desenvolvermos políticas públicas eficientes", diz
 
“Temos que atuar com ações de inteligência. Temos que prender e punir os criminosos, mas, antes de tudo, prevenir e inibir o crime antes que aconteça”, explicou a candidata a vice, Sirlei Theis, funcionária de carreira da Secretaria de Segurança Pública na área de gestão. O ex-secretário de Segurança Pública, Diogenes Curado, referendou a capacidade de Sirlei Theis para contribuir na gestão e integração das forças policiais, da inteligência e sistema penitenciário. As informações são da assessoria de imprensa.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet