Olhar Direto

Terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

​Taques liga nome de Wellington a caso do VLT e afirma que tem combatido a corrupção

Da Redação - Vinicius Mendes

26 Set 2018 - 10:40

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

​Taques liga nome de Wellington a caso do VLT e afirma que tem combatido a corrupção
O governador e candidato a reeleição Pedro Taques (PSDB) ligou o nome do também candidato Wellington Fagundes à construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá. Em entrevista ele destacou seu trabalho no combate à corrupção e afirmou que, por isso, tem a dignidade para pedir votos ao eleitor. Taques destacou que tem feito uma campanha limpa, separando a administração estadual do período eleitoral.
 
Leia mais:
Na briga pelo 2º turno: Taques e WF debatem VLT, corrupção e salário dos servidores
 
Durante a entrevista na Rádio Joven Pan, o governador disse ainda que o Estado precisou criar mecanismos de controle dos gastos públicos tendo em vista o agravamento da crise nacional e a corrupção existente na gestão anterior.
 
Como exemplo da corrupção do governo anterior, Taques destacou o caso do VLT, cujo o ex-governador Silval Barbosa (MDB) admitiu em delação premiada que recebeu propina para a construção do modal de transporte.
 
“Construíam 1 km de estrada com R$ 2,4 milhões e quem mandava na Sinfra [antiga Setpu] era o senador Wellington Fagundes, hoje candidato ao governo pelo PR. Ele quem indicou o Cinésio [Nunes de Oliveira], não fui eu”, comparou sobre a postura do outro candidato ao governo.
 
Na entrevista, Pedro Taques também falou sobre o aumento da produção esperada por Mato Grosso nos próximos anos, principalmente na região do Araguaia. Para melhorar o escoamento da produção estadual, Taques destacou que foram executados 890 quilômetros de pavimentação na gestão passada e 2.400 quilômetros já realizados em sua gestão.

“Sem crise eles fizeram 890 quilômetros e com crise já pavimentamos 2.400 quilômetros. A conta que prova a nossa eficiência é simples”, disse o governador.
 
Taques destacou que faltam R$ 8 bilhões para pavimentar as estradas de Mato Grosso e esclareceu que a União não está concedendo empréstimo aos Estados e também não tem dado aval para busca de dinheiro no exterior.
 
“Precisamos sim da discussão da Lei Kandir para que Mato Grosso tenha mais recursos do Fundo de Exportação e passarmos de R$ 500 milhões para R$ 3 bilhões, por ano. Precisamos também de ferrovia, mas o estado não tem dinheiro para construir ferrovias. Não é o Estado de Mato Grosso que vai fazer ferrovias. Eu defendo a vinda da Ferronorte para Cuiabá, aliás eu fiz ações como governador neste sentido”, defendeu ao lembrar as reuniões com a concessionária da ferrovia Rumo Logística.
 
Taques ainda aproveitou para falar sobre a qualidade das obras realizadas por sua gestão, lembrando como exemplo a MT-251 (Rodovia Emanuel Pinheiro) entre o Atacadão e a Fundação Bradesco. A obra são três faixas para cada lado, uma ciclofaixa e com iluminação de LED, os postes já estão sendo colocados.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Lili
    26 Set 2018 às 13:27

    Tudo obra do SILVAL ...

  • Bernardino
    26 Set 2018 às 13:12

    Não reconhecer o seu fracasso é um sinal de incompetência

  • José Loureiro
    26 Set 2018 às 11:44

    Tá certo. .

  • Saulo
    26 Set 2018 às 11:38

    Não adianta ficar acusando os outros pelo passado, vc Taques e o governador, os outros não tem culpa pela sua incompetência. Taques nunca mais.

  • Zeca
    26 Set 2018 às 11:33

    Wellington é denunciado. E o pior é que juntou com PT e PCdoB! Vai levar tinta. Mauro Mendes está com o PMDB de Bezerra e Cia. Vai levar tinta. O negócio é Pedro Taques novamente. O único ficha limpa.

  • Cláudia
    26 Set 2018 às 11:17

    Chega de mimi mimi,tchau querido!!!

  • Cláudia
    26 Set 2018 às 11:17

    Chega de mimi mimi,tchau querido!!!

  • Cláudia
    26 Set 2018 às 11:17

    Chega de mimi mimi,tchau querido!!!

  • JORGE LUIZ
    26 Set 2018 às 11:10

    OS MECANISMO DE CONTROLE CONTRA A CORRUPÇÃO NÃO ATINGIU A FAMÍLIA DELE POR QUE ELA TINHA A SENHA DO MECANISMO NÉ, TODO MUNDO ROUBA E A FAMÍLIA DELE FEZ O QUÊ? PEGOU O QUE NÃO ERA DELA E ISSO CHAMA CORRUPÇÃO TAMBÉM