Olhar Direto

Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Notícias | Política MT

Vôos mais altos

Paulo Araújo critica falta de habilidade de Taques e se lança candidato com propostas para saúde

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Paulo Araújo critica falta de habilidade de Taques e se lança candidato com propostas para saúde
Integrando o time de vereadores de Cuiabá que almejam uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Paulo Araújo (PP), aposta do Progressistas, se lança candidato nessas eleições com um discurso alinhavado para atender as demandas da saúde publica de Mato Grosso. Para Araújo, a situação se agravou no Estado nos últimos anos devido a falta de “habilidade” do atual governador, Pedro Taques (PSDB). “Ele errou e vai perder as eleições em decorrência desses erros e da falta de gestão na saúde”, avaliou o candidato, que está no palanque de Wellington Fagundes (PR).

Leia mais:
PP aposta em Paulo Araújo como a ‘bola da vez’ em projeto de renovação para a AL

“Com certeza, a falta de prioridade de investimento por parte do governo, a falta de prioridade no modelo de adesão a ser adotado pelo governo, os atrasos de recursos financeiros aos municípios, quebraram a rede pública de saúde. Cuiabá e Várzea Grande não conseguem levar a saúde do estado de Mato Grosso nas costas. Acho que foi nisso ai que ele [Taques] errou, de não priorizar, de não honrar os compromissos financeiros com os municípios, de não adotar o modelo ideal, o modelo de atenção que o estado requer. Nós vivemos nos últimos quatro anos um apagão da saúde publica e isso precisa ser retomado dentro das diretrizes do sistema público de saúde”, analisou.

Cuiabano, filho de família bastante conhecida, Paulo Araújo é formado em administração de empresas e servidor público estadual. Atualmente, licenciado para cumprir mandato de vereador. Sua carreira, como ele sublinha, se estabeleceu principalmente atuando  em prol da saúde.

“Eu sempre conversei com as lideranças políticas em uma linha muito técnica. Eu tenho uma experiência muito grande na área da saúde, fui diretor regional de saúde, superintendente de várias áreas, consultor da Assembleia, fui conselheiro estadual de saúde, então quando a gente contribui é no sentido dar uma sugestão naquilo que a gente imagina que é bom. Infelizmente, essas sugestões a princípio não foram acatadas, né?! Eu acredito que essa rejeição grande do atual Governo, seja boa parte em decorrência da falta de atendimento na saúde publica de mato grosso. Se pegar as pesquisas e fazer uma análise, a principal reclamação é saúde publica”.

A projeção na baixada Cuiabana, além da “benção” de caciques do PP devem conduzir Paulo Araújo ao edifício Dante Martins de Oliveira com certa tranquilidade. As pesquisas de intenções de votos também têm se revelado neste sentido. Pesquisa Mark*, por exemplo, coloca Paulo Araujo entre os 24 favoritos ao cargo de deputado estadual.

“Hoje a minha candidatura ela significa uma construção política partidária, eu não sou candidato de mim mesmo. O diferencial hoje é que eu tenho o apoio de quase todos os companheiros do partido progressista, principalmente de Cuiabá, e até dois anos atrás eu disputava voto com eles, né?! A exemplo da professora Débora, Luiz Claudio, kaka, Ana Paula, enfim, todos que disputaram as eleições comigo, né? Então pra mim ta sendo uma experiência nova, porque eu represento hoje essa vontade desse grupo político, de eleger um deputado”, assinalou.

*A pesquisa Mark de intenção de votos ouviu 1050 mato-grossenses entre 28 de setembro e 01 de outubro, sob metodologia quantitativa e técnica survey de opinião. A pesquisa está registrada na justiça eleitoral sob protocolo MT-01519/2018. A margem de erro é 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. Os resultados das tabelas foram arredondados pelo programa para totalizarem 100%.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet