Olhar Direto

Sexta-feira, 16 de abril de 2021

Notícias / Política MT

MILITÂNCIA AGUERRIDA

Arrastado pelo coro de “já ganhou”, Mauro Mendes diz que irá pedir votos até o último minuto

Da Redação - Érika Oliveira

05 Out 2018 - 19:00

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Arrastado pelo coro de “já ganhou”, Mauro Mendes diz que irá pedir votos até o último minuto
A sexta-feira (05) do candidato ao Governo de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), teve início em Rondonópolis, às 08h30, rodeado da militância aguerrida que o acompanha desde meados de agosto, quando oficializou sua candidatura. No final da tarde, o democrata já estava em Cuiabá, liderando passeata pelas ruas do Centro Histórico, arrastado pelo coro de “já ganhou”. A correria de uma campanha mais curta que o de costume se refletia na face dos assessores e de lideranças políticas, cuja diretriz é pedir votos até o último minuto, a fim de vencer a eleição já no próximo domingo (07).

Leia mais:
“Escoltado”, Taques encara calor e ruas lotadas para reverter rejeição no corpo a corpo; veja fotos

Concentrado em frente à Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, em Cuiabá, Mauro Mendes reuniu os dois candidatos ao Senado por sua chapa, Jayme Campos (DEM) e Carlos Fávaro (PSD), além de apoiadores, de suas respectivas esposas e outros familiares.

A caminhada seguiu pelo Centro Histórico de Cuiabá, passou pelo Calçadão da Galdino Pimentel e percorreu a Rua 13 de Junho. Entre acenos e apertos de mão, Mauro não entrou em nenhuma das lojas do comércio da região central, mas parou para conversar com os eleitores que o chamavam. Eram poucas as pessoas que se negavam a pegar os santinhos e adesivos que iam sendo distribuídos pelo caminho.



Questionado pela reportagem em qual placar apostava para o próximo domingo, Mauro optou pela modéstia. “Eu não gosto de fazer chutes, meu perfil é diferente. Mas estamos preparados para o grande desafio que vai ser administrar Mato Grosso. Essa é a indicação dos institutos de pesquisa, baseado em metodologias, mas eu sinto na rua que a nossa candidatura cresceu muito aqui na baixada cuiabana, no interior, temos o feedback que mostra isso. Vou continuar pedindo voto, sempre garantindo um bom trabalho, se me derem a honra de ser eleito”, declarou.



No meio do caminho, uma surpresa de encher os olhos de qualquer candidato: uma vendedora ambulante parou, literalmente, o trânsito e a passeata para abraçar Mauro Mendes e puxar o grito de “já ganhou”. A militância em polvorosa seguiu o coro. De aparência humilde, a senhora pediu que o democrata não se esqueça dos mais pobres e olhe pela saúde do Estado. A resposta, é claro, foi positiva.



O tema, inclusive, já tinha sido abordado por Mauro Mendes antes de a caminhada começar, quando um jornalista lhe perguntou qual seria seu primeiro ato, caso fosse eleito governador. Ele respondeu sem precisar pensar de que as principais ações seriam voltadas ao reequilíbrio financeiro e à recuperação da saúde. E completou: “encerrar a eleição nesse domingo e começar a trabalhar já na segunda-feira”.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet