Olhar Direto

Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Notícias | Política MT

novo governador

Mauro afirma que começa a trabalhar amanhã: “Saúde vai merecer atenção especial"

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Mauro afirma que começa a trabalhar amanhã: “Saúde vai merecer atenção especial
O ex-prefeito de Cuiabá, e agora governador eleito Mauro Mendes (DEM), afirmou que já começa a trabalhar amanhã, segunda-feira, com o planejamento para a transição. Com mais de 91% das urnas apuradas, Mauro obteve 58,81% dos votos no estado de Mato Grosso.

Leia também:
De aliado a algoz: Mendes é eleito governador em primeiro turno e impõe dura derrota a Taques

“Fizemos um compromisso que se a vitória fosse hoje, amanhã já começaríamos a trabalhar. E amanhã nós vamos começar as primeiras reuniões pra montar a transição, pra começar o planejamento pra 2019, e se Deus quiser vamos trabalhar muito, com fé em Deus, com muito amor”, afirmou à imprensa, no Centro de Eventos do Pantanal. “Trabalhar, fazer política, ao lado da verdade, ao lado da honestidade, pra que nós possamos entregar, daqui a quatro anos, um estado melhor. Hoje nós tivemos uma vitória eleitoral, então temos que trabalhar muito pra tornar nossa vitória num ganho pra população do estado”.

Mauro afirmou que sua prioridade será cuidar da saúde do estado, além de terminar as obras deixadas inacabadas e reorganizar o caixa do Estado. “Certamente a saúde vai merecer uma atenção especial. Vamos dedicar muita energia pra retomar mais de 400 obras paralisadas no estado de Mato Grosso. Muitas ações pra equilibrar receita e despesa no estado de Mato Grosso, que tem hoje um déficit de caixa muito grande, impostos a pagar, o estado está praticamente quebrado em suas finanças. Então vamos tomar muitas ações pra recuperar o caixa do estado de Mato Grosso”, disse.

Ao analisar a campanha política, Mauro afirmou estar tranquilo e que fez uma disputa “limpa”. “Da minha parte não houve ataque. Falamos de Mato Grosso, falamos de problemas do estado de Mato Grosso, isso é legítimo, isso é um direito que o candidato tem, e que o eleitor tem de saber aquilo que verdadeiramente está acontecendo no nosso estado. Isso não é ataque. Nunca agredi ninguém, nunca falei da vida pessoal de ninguém”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet