Olhar Direto

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Jair Bolsonaro é eleito presidente da República e conquista 66% dos votos em MT; veja repercussão

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo

28 Out 2018 - 16:45

Foto: Rovena Rosa e Tânia Rêgo / Agência Brasil

Jair Bolsonaro é eleito presidente da República e conquista 66% dos votos em MT;   veja  repercussão
Jair Bolsonaro (PSL) é o novo presidente da República. Com mais 55% dos votos válidos, o candidato não pode mais ser alcançado pelo seu adversário. Mato Grosso aparece como o quinto Estado do país em que o militar aposentado teve mais votos, com um total de mais de um milhão de votos (+ 66%).

Em Mato Grosso, Bolsonaro recebeu mais de 66% dos votos, enquanto que Haddad ficou com pouco mais de 33%. Em praticamente todas as cidades do Estado, o presidente eleito teve mais votos.
 
O Olhar Direto acompanhou a repercussão do segundo turno das eleições:

19h30 - A deputada federal eleita pelo Partido dos Trabalhadores, Rosa Neide Sandes de Almeida (PT),  se manifestou em rede social onde declarou que será resistência ao presidente eleito: "A luta é a nossa guia. Juntos e juntas em favor da voz, da vez e dos direitos que conquistamos com suor e dor. Após o resultado das eleições para Presidente no Brasil, aceitemos a voz da democracia. Meu mandato estará na resistência", disse.

19h28 - Um dos coordenadores nacionais da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais, o senador José Medeiros (Pode), que está no Rio de Janeiro, em frente a casa do presidente eleito, disse - em uma transmissão pelas redes sociais- que: “é como se o Brasil estivesse ganhando uma Copa do Mundo de Futebol. A felicidade estampada nos olhos, depois de 20 anos da Pátria tomada. As pessoas estão eufóricas, cantando e gritando".

19h15 - "Gostaria de agradecer meus antepassados, porque aprendi com eles o valor da coragem para defender a Justiça a qualquer preço. Coragem é um valor muito grande quando se vive em sociedade. Todos os demais valores dependem dela. (...) Houve uma reversão muito importante, em função da conscientazação de todos brasileiros do que estava em jogo. Vivemos em um período longo em que as instituições são colocadas à prova a todo instante. A começar de 2016, quando tivemos o afastamento da presidenta Dilma, depois com a prisão injusta do presidente Lula e a cassação da sua candidatura. (...) Precisamos defender a nossa nação daqueles que, de forma desrespeitosa, pretendem usurpar o nosso patrimônio. (...) Temos uma tarefa enorme, que é defender o pensamento, as liberdades destes brasileiros que acreditaram em nós. Faremos uma oposição colocando os interesses do povo acima de tudo", disse o candidato derrotado, Fernando Haddad (PT), em seu discurso.

18h55 - A avenida Getúlio Vargas, em frente ao Choppão, foi tomada por seguidores de Bolsonaro que fazem festa após o resultado que o elegeu presidente da República. O Olhar Direto acompanha (veja AQUI).



18h40 - "O povo tem o direito de saber o que acontece em seu país. Alguém sem um grande partido, sem fundo partidária, com a grande mídia criticando, colocando muitas vezes em situação vexatória. Todos que votaram em mim são integrantes de um grande exército. Não podíamos mais continuar flertando com o socialismo, com o populismo. (...) Fomos declarados vencedores deste pleito, o que mais quero é, seguindo ensimanentos de Deus, ao lado da Constituição brasileira, me inspirando em grandes líderes mundiais (...) começar a fazer um governo que possa colocar o nosso Brasil no lugar de destaque", disse em pronunciamento o presidente eleito.

18h30 - Com a confirmação da vitória de Bolsonaro, apoiadores do presidente eleito soltam fogos e comemoram em Cuiabá. No Rio de Janeiro (RJ) foi registrada uma confusão entre simpatizantes do militar e do concorrente dele.

18h12 - No Nordeste, Haddad venceu em todos os Estados. Já no Centro Oeste, Bolsonaro aparece com a maior quantidade de votos, assim como em todas as outras regiões.

18h08 - Fogos já começam a ser ouvidos na região central de Cuiabá, com a primeira parcial divulgada, colocando Bolsonaro a frente de Haddad.

18h05 - Mato Grosso aparece como o quinto Estado em que Bolsonaro aparece com mais votos. 

17h54 - A eleição suplementar para prefeito, em Planalto da Serra (MT), já teve o seu resultado: Dênio Ribeiro (PSD) foi escolhido pela população (55,95% dos votos válidos) para ocupar o cargo de chefe do Executivo municipal.

17h45 - Em aproximadamente 15 minutos, termina a votação no Acre e o TSE começará a divulgar as parciais de cada candidato. 

17h40 - Os dois candidatos que foram para o segundo turno não se enfrentaram em nenhum debate durante a campanha. Haddad foi escolhido após o impedimento do ex-presidente Lula e Bolsonaro sofreu um ataque durante uma caminhada em Minas Gerais. A última oportunidade seria o confronto de ideias na TV Globo, mas o candidato do PSL anunciou que não iria comparecer.

17h35 - O serviço de segurança que a Polícia Federal prestou aos candidatos à presidência Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) durante os dois turnos da eleição, seguirá até quarta-feira, mesmo terminada a eleição. Derrotado terá segurança da PF até 72 horas após o fim do pleito; presidente eleito, até a posse.

17h20 - Um dos maiores colégios eleitores de Cuiabá, o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) teve uma votação tranquila neste segundo turno, bem diferente do cenário do dia 07 de outubro. Desta vez, cada sala comportava apenas duas seções e não mais quatro. Além disto, andares superiores foram liberados para abrigar as cabines de votação. Praticamente não houve filas neste ponto.

17h00 - Está encerrada a votação em Mato Grosso. Daqui a aproximadamente uma hora as primeiras parciais começam a ser divulgadas pelo TSE.

16h56 - Em Cuiabá, o dia de votação foi tranquilo com poucas ocorrências de maior gravidade. Até esta tarde, foram 17 registradas pelo TRE. Foram 16 pessoas detidas e uma conseguiu escapar.

16h43 - A primeira parcial será divulgada pelo TSE assim que a votação estiver encerrada em todo o país.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet