Olhar Direto

Segunda-feira, 22 de abril de 2019

Notícias / Cidades

Cuiabá terá 61% de coleta e tratamento de esgoto em 2019 com projeto de saneamento

Da Redação - Isabela Mercuri

06 Jan 2019 - 16:31

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Cuiabá terá 61% de coleta e tratamento de esgoto em 2019 com projeto de saneamento
Cuiabá chegará, em 2019, a 61% de coleta e tratamento de esgoto em toda a cidade, graças ao projeto de saneamento da Águas Cuiabá, que já começou na última terça-feira (1), primeiro dia do ano. Na data, as equipes contratadas para a realização de instalação de redes coletoras de esgoto seguiram os trabalhos no bairro Bosque da Saúde, que receberá, até abril, 12.000 metros de novas tubulações. O efluente coletado será levado à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Dom Aquino, localizada no bairro Porto.

Leia também:
Campanha de conciliação da Águas Cuiabá termina essa semana

De acordo com a assessoria, na terça-feira (1) as equipes trabalharam na Av. F e rua M, e em partes da rua Esmeralda. Durante a semana, instalaram também na Av. E, e parte da rua Safira.

“As obras de instalação de rede de esgoto representam saúde para a comunidade e preservação do meio ambiente. No entanto, sabemos que obras em uma cidade em pleno funcionamento, como é o caso de Cuiabá, traz alguns impactos para a população. Estamos trabalhando e organizando os cronogramas de ação para minimizar essas mudanças no cotidiano. Nessa nova etapa de trabalho prevemos a instalação de 120 metros por dia. Isso significa abrir e instalar o trecho no mesmo dia, para na sequência outras equipes distintas executarem as ligações, os poços de visita, testes e complemento da recomposição asfáltica”, afirmou Helquimedes Andrade, gerente de implantação da Águas Cuiabá.

Para não causar transtornos, a Água Cuiabá realizou as obras de esgotamento em parceria com a Secretaria de Mobilidade de Cuiabá (Semob), que ficou responsável pela gestão do tráfego de pedestres e veículos.

O trabalho de instalação de redes coletoras faz parte da segunda fase do plano de investimentos realizado pela concessionária de saneamento básico da capital mato-grossense. Na primeira fase o foco foi o aperfeiçoamento dos projetos de engenharia e a gestão dos serviços. Posteriormente será realizada a terceira fase, em que os clientes (tanto comerciais quanto residenciais) deverão conectar as unidades consumidoras à rede coletora de esgoto.

A diretoria da concessionária enfatizou, em reunião realizada junto às empreiteiras contratadas para os trabalhos em Cuiabá, que a correta recomposição asfáltica, bem como a adequada sinalização das vias em obras são prioridades da companhia.

"Temos muito trabalho a fazer, os desafios são grandes, mas a qualidade e o respeito ao contrato de concessão são prioridade absoluta da Águas Cuiabá. para isso, é fundamental que todos os envolvidos no processo de ampliação do sistema de saneamento básico da Capital estejam alinhados no compromisso de fazer o melhor, minimizando os impactos à população", observou Cristiane Schwanka, diretora de gestão da Águas Cuiabá.

Além do Bosque da Saúde as obras de ampliação das redes de coletoras de esgoto também são realizadas nos bairros Altos do Coxipó, Jardins dos Ipês, Jardim Leblon II, Canjica, Santa Izabel, Jardim Universitário, Recanto dos Pássaros e Jardim Imperial.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luan
    07 Jan 2019 às 09:43

    Também a minha conta de água dobrou depois de instalarem o esgoto. Assim será rápido a implantação.

  • Rubem Mauro
    07 Jan 2019 às 08:23

    Se não foi melhorado o tratamento na ETE DOM AQUINO, esse esgoto coletado so irá passear pela ETE e continuará poluindo o Rio Cuiabá.

  • Celina
    07 Jan 2019 às 08:00

    É uma vergonha, governo entra e governo sai, e ainda esta no 61% o qual já deveria estar em 100% , pois de trata de saúde da população!

  • Sassa Mutema
    07 Jan 2019 às 00:52

    Se ja tiver agua na minha casa, no meu bairro...

  • Wenes
    06 Jan 2019 às 23:28

    Todos os anos visito os meus pais em Cuiabá, inclusive estou aqui e o que mais me revolta nessa cidade é a sujeira, a empresa coletora de lixo atrasa, a cidade tem esgoto q céu aberto, uma vergonha tremenda, infelizmente é uma cenário que levará décadas, se não centenas para mudar.

  • Esperidião
    06 Jan 2019 às 18:30

    Só se for dentro de perímetro urbano. Quero ver chegar ao Pedra 90, Nova Esperança, Dr Fábio e mais uns 60 ou 70 bairros populosos. A mim vocês não enganam por meio da mídia.

  • Cidadão Atento
    06 Jan 2019 às 17:26

    Projeto revolucionário, que se não tiver descontinuidade causará enorme impacto positivo na saúde básica da população. Colocará Cuiabá em outro patamar de desenvolvimento humano. Efusivos parabéns a todos os envolvidos nesse belo trabalho. A população e o meio ambiente, notadamente o Rio Cuiabá e os diversos córregos que cortam nossa cidade, serão enormemente beneficiados.

  • Antonio Borja
    06 Jan 2019 às 17:25

    FICO FELIZ COM ESSA NOTICIA .A SE CONFIRMAR COM TRABALHO.POIS MORAR EM CUIABA -MT E VER CORREGOS RIO POLUIDOS E ESTAR NA CONTRA MÃO.

Sitevip Internet