Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Veja lista de autarquia e empresas estatais que serão extintas por Mauro Mendes

Da Redação - Wesley Santiago

13 Jan 2019 - 08:30

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Veja lista de autarquia e empresas estatais que serão extintas por Mauro Mendes
O governador Mauro Mendes (DEM) definiu a lista das cinco empresas estatais e uma autarquia que serão extintas em sua gestão, como forma de conter os gastos e enxugar a máquina pública. Entre as escolhidas estão a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e a Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa).

Leia mais:
Sem dinheiro para honrar compromissos, Mendes estuda decretar estado de calamidade financeira
 
De acordo com o projeto de lei encaminhado pelo governador, ficará extinta a Agência de Desenvolvimento Metropolitano da Região do Vale do Rio Cuiabá - AGEM/VRC, criada em 2009. Com isto, as atividades executadas pela autarquia extinta serão absorvidas pela MT Participações e Projetos S.A. (MT PAR).
 
Caso aprovado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o projeto de lei permitirá a Mauro Mendes também extinguir as seguintes empresas estatais: Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso S.A. - MT FOMENTO; Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso - CEASA/MT; Companhia Mato-grossense de Mineração – METAMAT; Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural – EMPAER e Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação – MTI.
 
Para que seja viabilizada a extinção destas entidades, o governo explicou que poderá criar programa de demissão voluntária. O Poder Executivo também irá editar um decreto para regular a destinação dos bens, movimentação de pessoal e outras questões necessárias para a efetiva extinção.
 
Além das extinção das empresas, o projeto também prevê a extinção de nove secretarias com o objetivo de reduzir a máquina pública sem a perda na qualidade dos serviços, garantindo a economia de recursos públicos.
 
O governador Mauro Mendes aguarda que a proposta, assim como as outras três batizadas como ‘Pacto por Mato Grosso’ seja aprovada pela Assembleia Legislativa ainda neste mês de janeiro.

51 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Omero De Araujo Lemes
    21 Jan 2019 às 11:43

    Estatais ineficientes, são sim!! cabides de emprego, extinção é a solução!!. Por um Mato Grosso melhor pra todos.

  • #Extinção
    15 Jan 2019 às 07:22

    Peofessora ou Professora! Agricultura familiar nunca será e nunca foi atendida pela EMPAER, vá nos municípios da baixada cuiabana, vá aos escritórios da EMPAER nestas localidades, é um cabide de emprego, tem que ser extinta mesmo, sou pequeno produtor e nunca fui assistido pela EMPAER e olha que quase montei acampamento dentro do escritório da EMPAER e mesmo assim, fui taxado de chato, que estava exigindo muito, por aqui você vê a incompetência desta empresa, sou a favor da EXTINÇÃO E PRONTO, altos salários, até ali no Boa Esperança fui clamar para ser ajudado, e NADA, NADA, NADA.

  • Peofessora
    14 Jan 2019 às 18:10

    Não é honesto o novo governador justificar a extinção da Empaer pelos salários dos seus funcionários, oriundos de um Plano de Carreira legal. Os fatos reais são a situação de caos financeiro em que encontrou o Estado de Mato Grosso e a eminente falência da Empaer, ocasionada por programas e contratos de fusões anteriores, cujas cláusulas de liquidação de dívidas das empresas incorporadas o próprio Estado não honrou. E a agricultura familiar, como fica? Será que a sua equipe técnica não consegue apresentar um plano sério de recuperação? Ah, me esqueci que os seus secretários são quase todos dos governos anteriores que ele mesmo tanto critica. Quase todos, menos os que estão presos. Será que ele julga a população e os deputados estaduais intelectualmente incapazes de compreenderem ou teve a linda inspiração de que falar (e fazer chacota) simplesmente dos salários seria uma estratégia de marketing mais “lacradora”? Faltou bom senso e respeito. #SomosTodosEmpaer!

  • Edu
    14 Jan 2019 às 15:39

    O prefeito está indo na direção que as nações mais desenvolvidas estão hoje. Reduzir as estatais. Infelizmente o Brasil é um dos países com o maior numero de estatais. Empresas que sugam o nosso dinheiro dos impostos.

  • Enoque
    14 Jan 2019 às 14:06

    Não adianta trocar de nome e recambiar o pessoal. A empresa é ineficiente por que as pessoas que nela trabalham o são. Para não ficar drenando recursos público é melhor mesmo extingui-las de vez. coragem é preciso.

  • Re
    14 Jan 2019 às 10:56

    So vejo gente reclamando da nova gestao,das medidas que estao sendo tomadas,entao bom era o PEDRO TAQUES que nao pagava os salarios em dias nao é mesmo?onde as estradas estao intrasitaveis,onde os professores sao menosprezados,onde a saude é caotica,esse governador era o Bom governador de todos, não sei se é a mudança que os assustam ou o fato de terem de trabalhar de verdade agora.Pq pessoalmente torço para que a nova gestao faça um milagre em nosso estado,que na vdd pelo visto somente um milagre resolveria,mas pelo visto para alguns nada esta bom.Bom é quem faz o contrario,é facil sair e deixar o estado na merda,difícil é arregaçar as mangas e restabelecer.O ano recém começou acho que ainda é cedo para as criticas .

  • Cesar Santos
    14 Jan 2019 às 10:56

    E a SANEMAT gente? Só vejo o povo recebendo Jeton da Sanemat.

  • Sandra
    14 Jan 2019 às 10:44

    O governador Mauro Mendes, se precipitou em querer extinguir empresas que estão a serviço do estado a anos... A preocupação deveria realmente ser em arrumar a “casa”, as finanças do estado... Não será colocando famílias desempregadas, que vai melhorar... Deveria começar com os altos valores dos políticos, que tem benefício para tudo, o valor que um ganha, juntamente com os benefícios alimenta muitas famílias. Se a intenção é fazer um bom governo, olhe para o povo, para aqueles que dependem daquele salário todos os meses, para sobreviver, aqueles que contam com o 13(décimo terceiro) para obter algo que a tempos vem sonhando ou para pagar dívidas ou ainda para fazer um exame, tratamento... Que o governador Mauro Mendes, não seja tão político.

  • Barbosinha
    14 Jan 2019 às 10:42

    T ábaco produto agrícola processado a partir das folhas de plantas do género Nicotiana. É consumido como uma droga recreativa sob a forma de cigarro, charuto, cachimbo, rapé, narguilé, charro ou fumo mascado. É usado em pesticidas sob a forma de tartarato de nicotina. Também é usado em alguns remédios

  • MAURO MENTIROSO
    14 Jan 2019 às 10:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet