Olhar Direto

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias / Meio Ambiente

Sema multa empresário em R$ 400 mil por usar maquinário para desmate ilegal

Da Redação - Thaís Fávaro

01 Fev 2019 - 15:01

Foto: Sema

Sema multa empresário em R$ 400 mil por usar maquinário para desmate ilegal
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) multou em R$ 400 mil o proprietário de um maquinário utilizado para desmatamento ilegal no município de União do Sul, (657 Km de Cuiabá), na quarta-feira (30). A equipe de fiscalização da Sema flagrou um funcionário com um trator esteira e uma escavadeira, utilizados para desmate. O empresário do maquinário foi encontrado em Sinop.

Leia mais
Procuradoria da AL consegue reintegração de posse de plenário; multa diária é de R$ 100 mil
 
Além da autuação, ele  responderá por desmatamento de vegetação nativa em área de reserva legal, pois não tinha autorização para a atividade. As máquinas foram levadas para a Prefeitura de União do Sul. Imagens de satélite mostraram que 86 hectares já haviam sido desmatados. 
 
A Secretaria localizou a área desmatada por satélite, com o auxílio de coordenadas geográficas. Por meio da metodologia HotSpot (pontos quentes), a Sema busca impedir a derrubada da vegetação, identificando em tempo real as ações de desmatamento. Dessa forma, os fiscais podem agir durante o crime, antes que toda a vegetação seja suprimida.
 
A fiscalização está prevista no Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e Incêndios Florestais do Estado de Mato Grosso (PPCDIF/MT), que está em sua terceira fase. As ações de comando e controle do desmatamento em Mato Grosso estão pautadas no monitoramento constante, por meio de autuação remota e presença da fiscalização, na sensibilização dos proprietários rurais e na responsabilização.

Denúncias de crimes ambientais podem ser feitos pelo 0800 65 3838 ou pelo aplicativo MT Cidadão.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • SEU SARAIVA
    01 Fev 2019 às 15:16

    O que mais tem é fazendeiro desmatando ai pra dentro de Mato Grosso, sei de alguns em Gaucha do Norte, se recebessem todas as multas aplicadas em dias, o estado nao estaria quebrado, pois entram com liminar para suspender as multas até caducarem.!

Sitevip Internet