Olhar Direto

Notícias / Política MT

Afastado da vida pública, Taques trabalha para transferir registro da OAB para Mato Grosso

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

12 Fev 2019 - 08:08

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Afastado da vida pública, Taques trabalha para transferir registro da OAB para Mato Grosso
Afastado das atividades políticas desde o dia 31 de dezembro do ano passado, quando passou a faixa para Mauro Mendes (DEM), o ex-governador Pedro Taques (PSDB) trabalha para conseguir se inscrever nos quadros da seccional mato-grossense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT).

Leia também
Em dois anos, Programa de Demissão pode gerar economia de R$ 48 milhões; 375 demonstram interesse 


No último dia 11 de janeiro, o ex-governador, que é formado no curso de direito pela Universidade de Taubaté, no interior de São Paulo, requereu a inscrição por meio de transferência (vindo de outro Estado), para entrar nos quadros da ordem.

A inscrição, no entanto, não tem um tempo definido para ser aceita. De acordo com o secretário-geral da OAB, Flávio José Ferreira, a documentação já entregue passará por uma análise de um relator que será designado, além de um colegiado da ordem, que irá apreciar o voto, aceitando ou não o pedido

“A pessoa pode ter inscrição em mais de um Estado. Ela pode requerer a transferência e passa por um procedimento de análise da documentação para ver se é possível fazer o registro ou não. Não dá para dizer em quanto tempo ficará pronto, porque o pedido entra em uma fila”, disse Ferreira ao Olhar Direto.

“Demanda a quantidade de pedidos de inscrição, como de transferência. Por que ele vai protocolando documentos. Depois de formalizar, será designado um relator que irá analisar a documentação e colocará para votação do colegiado, que irá apreciar o voto do relator”, explicou o secretário, que também preside a 1ª Câmara Julgadora da OAB em Mato Grosso.

Desde que foi derrotado, ficando em terceiro lugar em sua tentativa de reeleição, Taques chegou a declarar que estava procurando por um prédio no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá para montar um escritório de advocacia.

Ele também chegou a declarar que pretendia regularizar sua situação com a OAB para poder advogar, além de voltar a lecionar em alguma faculdade de direito.

Eleito como Senador em 2010, por conta de seu trabalho como procurador da República, Taques conseguiu se eleger governador do Estado quatro anos depois com ampla votação, sagrando-se eleito em primeiro turno.

Em 2018, após desgaste com servidores públicos, com problemas na saúde pública, sob suspeitas de envolvimento em escândalo de grampos ilegais e sem condições de avançar nenhum centímetro da obra do Veículo Leve sobre Trilho (VLT), o tucano naufragou o projeto de reeleição, ficando atrás de Mendes e Wellington Fagundes (PR), com 271,9 mil votos.

Seu sucessor Mauro Mendes, desde que assumiu o comando do Estado vem tomando medidas impopulares como escalonamento de salários, não pagamento de fornecedores e parcelamento de parte do 13°, para, segundo ele, tirar Mato Grosso da crise financeira que encontrou após a saída do tucano.

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Lucas
    12 Fev 2019 às 17:03

    O assunto de uma reportagem pode ser gastronomia, mas sempre vai ter um servidor público do MT fazendo bagunça nos comentários. Está um saco isso Olhar Direto! Se está ruim, acordem cedo, passem no RH, peçam demissão e venham para iniciativa privada.... Ou então, tentem abrir o próprio negócio.

  • Luis Flávio
    12 Fev 2019 às 15:51

    Se acordar cedo vai ao sine deixa currículo e aguarde vaga. Logo entraremos em contato. Obrigado.

  • Luis Flávio
    12 Fev 2019 às 15:51

    Se acordar cedo vai ao sine deixa currículo e aguarde vaga. Logo entraremos em contato. Obrigado.

  • Davi
    12 Fev 2019 às 15:38

    Esse não precisa mais trabalhar. O MP que fique de olho neste escritório.

  • Claudio Coelho Barreto Junior
    12 Fev 2019 às 10:38

    É VIDA QUE SEGUE.

  • Indignado.
    12 Fev 2019 às 10:34

    Acrefito que afastado não é o termo apropriado para quem foi escurrassado do governo perdendo até para is votos brancos e nulos,acredito também que tinha tudo para fazer um bom governo só que preferiu goverbar para amigos e barões do agro e retirar direitos dos servidores públicos e consequentemente piorando os serviços que a população necessita.E o MM está fazendo ainda pior.

  • sediclaur
    12 Fev 2019 às 10:31

    Ô coitado! Vamos fazer campanha pra angariar clientes pro Dotô! Deve tá numa pindaíba danada, hein!? Até parece depois de um governo desses que fez xomano! E os processos contra ainda não começaram a andar?

  • Jorge Henrique
    12 Fev 2019 às 09:53

    Secretaria de cultura pode fazer um documentário intitulado" PEDRO TAQUES O PIOR GOVERNADOR DA HISTÓRIA DE MT "

  • Tá solto ainda?
    12 Fev 2019 às 09:09

    Porque?

  • OS DIRETOS DELES SÃO LEGAIS, E OS NOSSOS SÃO REGALIAS. RGA PARA TODOS
    12 Fev 2019 às 08:59

    OS SERVIDORES DO EXECUTIVO TER RGA NÃO DIRETO DOS SERVIDORES. MAS É DIRETO DO JUDICIÁRIO, ASSEMBLEIA, TCE, MPE TER RGA. OS DIRETOS D3LES SÃO LEGAIS, OS NOSSOS DIREITOS SÃO REGALIAS QUE VERGONHA DE GOVERNO!!!!!

Sitevip Internet