Olhar Direto

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Licitação é suspensa e 'Passarela da Rodoviária' não será entregue antes dos 300 anos de Cuiabá

Da Redação - Thaís Fávaro

26 Fev 2019 - 08:15

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Licitação é suspensa e 'Passarela da Rodoviária' não será entregue antes dos 300 anos de Cuiabá
A esperada 'Passarela da Rodoviária', na rua Jules Rimet, prevista para ser entregue em abril, em comemoração aos 300 anos de Cuiabá, teve suas obras adiadas. O lançamento da licitação, que estava previsto para o dia 21 de fevereiro, foi suspenso para a revisão de apontamentos técnicos, feitos pelas empresas participantes. Com isso, a obra orçada em aproximadamente R$ 3 milhões, não será iniciada a tempo de entregar a obra para o aniversário da capital.

Leia mais
Passarela da Rodoviária será entregue em abril de 2019; fotos e vídeo do projeto
 
A Secretária de Mobilidade Urbana (Semob), informou que o edital passa por período de análise e readequação dos apontamentos levantados. A previsão é de que uma nova licitação seja lançada antes do aniversário de Cuiabá.

De acordo com o projeto, a passarela da rodoviária contará com dois elevadores e deverá ter uma arquitetura imponente, segundo o secretário. Para a instalação da estrutura, serão necessárias intervenções de engenharia na região, como alargamento de via, o que não impede o início das obras.

O secretário da Semob, Antenor Figueiredo, contou ao Olhar Direto que a passarela é a realização de um dos sonhos dos cuiabanos. “Na administração passada, quando eu era secretário, investi um pouco neste projeto, mas não deram continuidade. Agora que retornei, vamos torna-lo real. O prefeito determinou que fosse feita e deve custar em torno de R$ 3 milhões”.
 
“Vamos colocar na rua que é ao lado do posto e ela terminará dentro do espaço da rodoviária. Já conversamos que quem ganhar a licitação da nova Rodoviária Shopping, também dará manutenção à passarela. Isto está no edital”, explicou o secretário.
 
Com a passarela, o trânsito da avenida Marechal Deodoro – considerado um dos maiores gargalos de Cuiabá – deverá ganhar um fôlego bastante grande. Isso porque, em horário de pico, o fechamento do semáforo instalado em frente a rodoviária de Cuiabá trava todo o fluxo de veículos. Com a passarela, não haverá necessidade do equipamento, permitindo a passagem contínua dos automóveis.

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Júnior
    27 Fev 2019 às 08:04

    A passarela ira desafogar o transito na Marechal Deodoro mas em compensação pra mim e pra muitos outros que utilizam a rotatória do viaduto para entrar Jules Rimet teremos dificuldade de acessibilidade.

  • Benedito
    27 Fev 2019 às 06:57

    Juarez, aquele trecho tem muito trânsito de automóvel mas muito pouco de pedestres, embora seja uma rodoviária. Ali, basta a faixa de pedestre elevada para regular a necessidade dos pedestres. O semáforo também é dispensável, e isto sim causa engarrafamento. Uma passarela ali naquela avenida estreita, embora seja de mão dupla, tornará impraticável a travessia a pé, isto sim. Essa é mais obra de interesse apenas para quem vai lucrar com ela. O que é preciso fazer é desobstruir o trecho logo após a rodoviária, onde algumas conveniências improvisadas deixaram a via muito estreita, e em alguns anos vai tornar aquela área intransitável. Do outro lado, a avenida também finaliza numa rua estreita que dobra à direita numa pista simples, o que torna o trânsito ruim. Ou seja, a rodoviária está num lugar de ampla avenida (Perimetral), mas nos dois extremos há pontos de redução de trânsito (saída para Chapada e ida para o Centro de Cuiabá).

  • Jaime
    26 Fev 2019 às 18:36

    Tem de construir urgente uma passarela e desativar o semafaro para acabar com o congestionamento no local, todo dia de manhã e no final da tarde.

  • gildo
    26 Fev 2019 às 16:54

    vetaram meu comentário anterior, bem site imparcial hein, bem a cara dos políticos de hoje.

  • juarez
    26 Fev 2019 às 16:39

    Simone e benedito pelo visto vocês não transitam de carro neste trecho em horário de "rush" para dizer que ali não precisa de passarela, tem dias que o congestionamento por causa deste semáforo da rodoviária quase chega ao cruzamento com a avenida mato grosso. Tem que acabar com esses semáforos e faixas de pedestres em varias avenidas de cuiaba e colocar passarelas se quiser que tenhamos um fluxo de carro sem congestionamento. Cuiabá e sua frota de veículos vem crescendo a cada ano e parece que os nossos governantes não ve isso para melhorar o transito, pois não oferece serviço de transporte urbano de qualidade fazendo que muitos prefiram ir de carro do que usar o transporte publico.

  • Simone
    26 Fev 2019 às 16:02

    Essas fotos do projeto..kkk..eu hein? vai ficar a coisa mas feia ali naquele local, 1º porque ali tem semáforo e o espaço é pequeno pra esse tramboio naquele local..kkkk, e não vejo muita fluxo de pessoas. 2º onde precisa é na miguel sutil e principalmente em frente ao Shopping Estação URGENTE!

  • 26 Fev 2019 às 15:34

    Tem que se construir uma passarela na Avenida Miguel Sutil, aliás, duas. Uma na frente do Supermercado Comper para tirar aquele sinaleiro que empata a vida dos motoristas principalmente em horário de pico e um segundo, na região do Shopping Estação Cuiabá.

  • gildo
    26 Fev 2019 às 14:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Benedito
    26 Fev 2019 às 14:09

    Ali na frente da rodoviária não tem necessidade alguma de passarela.

  • Joao
    26 Fev 2019 às 14:06

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet