Olhar Direto

Notícias / Cidades

Policial é raptada após roubo de Fiat Strada e morta com um tiro na cabeça

Da Redação - Patrícia Neves

23 Mar 2019 - 08:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Policial é raptada após roubo de Fiat Strada e morta com um tiro na cabeça
A investigadora da Polícia Civil, Márcia Régia de Matos, 59 anos, foi sequestrada durante um assalto e seu corpo foi encontrado horas depois na cidade de Ribeirão Cascalheira (900 km a Leste). O crime ocorreu no começo da noite de sexta-feira (22), por volta das 18h15.  A Polícia está mobilizada para prisão dos autores do roubo seguido de sequestro e morte.

A policial estava em sua casa, que fica em uma chácara, às margens da BR 158, a 50 km da cidade de Ribeirão Cascalheira, quando foi surpreendida por dois criminosos, que roubaram um veículo Fiat Strada, de cor preta, de sua propriedade, duas armas pessoais (1 revólver 38 e um rifle 22) e pistola 940, acautelada da Polícia Civil.

Leia Mais:
Polícia apreende 963 adesivos de LSD, 57 tabletes de maconha e pasta base

O corpo da investigadora foi localizado na madrugada deste sábado (23), por volta das 2 horas, em uma estrada vicinal, às margens da BR 158 (60 km de onde foi levada), com um tiro na cabeça. Os criminosos abandonaram, próximo ao mesmo local, o veículo dela e seguiram em uma motocicleta. 

A Polícia Civil já apurou que antes de invadir a propriedade da policial, os criminosos assaltaram uma residência que fica anexa a uma borracharia na região no Distrito de Serra Dourada, de onde levaram da casa joias, cheque e um carro (Gol). A vítima desse crime, também uma mulher, foi levada, mas liberada pelos criminosos, que seguiram no veículo, porém, perderam o controle do carro que caiu numa ribanceira, que fica perto da residência da casa da investigadora Márcia Régia. 

A investigadora Márcia Régia de Matos completaria neste ano 29 anos de Polícia Civil. Ela é da turma de outubro de 1990, que ingressou Polícia Civil de Mato Grosso. A polícia era natural de Araguarça (GO).

Reforço

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e Diretoria da Polícia Judiciária Civil estão dando total apoio às equipes da região, tanto com reforço policial quanto aparato logístico e investigativo. 

Uma equipe da Gerência de Operações Especiais (GOE) e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) seguiram para região, e nesta manhã, o delegado geral da PJC, Mário Dermeval Aravéchia de Resende, o diretor de interior, Walfrido Nascimento, e presidente do sindicato do investigadores de polícia, Edleusa Mesquita, também estão a caminho do município, em uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), para acompanhar os trabalhos e prestar solidariedade à família da investigadora.

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • DEUSETE JOSÉ DA SILVEIRA
    24 Mar 2019 às 12:39

    Anticrime esta pra ser votado la no congresso. As coisas vão mudar. Infelismente tem noticia Olha senhores ptistas tem um projeto anticrime no congresso para ser votado, aguardem. Está circulando noticias que os caprotos foram presos. Deveriam ter sido mortos.

  • Moraes
    24 Mar 2019 às 09:18

    Aos que defendem o Bolsonaro: Não sei pq toda vez que em alguém se manifesta contra esse caboclo vcs se ofendem,até parece que vcs não estão se ferrando junto com os que não votaram nele(Deus tenha piedade de vcs) E tudo que vcs enxergam é culpa do PT,o país está assim desde que inventaram a política (não que a política é ruim)ruim são alguns políticos .

  • Pedrão
    23 Mar 2019 às 23:10

    Aos insipientes eleitores do bozo: é bom JAIR se arrependendo !...

  • Eleitor
    23 Mar 2019 às 16:21

    Concodo com o comentario do povo Brasil porque o Bolsonaro disse que a tolerancia com a bandidagem seria zero ao tomar posse a unica coisa que ele esta empenhado é de ferrar todos os trabalhadores na reforma da previdência para sobrar mais dinheiro para encher as burras do bancos e dos empresários que só visam lucro... Porque até o momento não teve nem uma grande operação conjunta das formas armadas e policias de norte a sul de leste a oeste deste país? Os bandidos já viram que o Bolsonaro é muito blá....Blá e pouca ação...

  • Julião Petruquio
    23 Mar 2019 às 13:55

    O que o Bolsonaro tem a ver com má administraçao da maquina publica dos últimos anos. Policias sucateadas, no interior faltam o basico nas delegacias. Viaturas sem combustível, ou nem viaturas. Pra variar o secretário vai fechar quase 50 delegacias do estado. Vamos ser realistas e deixar de apontar quem nao tem culpa.

  • Flávio c Brito
    23 Mar 2019 às 13:48

    Muito triste vai em paz prima vai com Deus ??

  • Ares
    23 Mar 2019 às 11:27

    Foi na era pt quase vinte anos de era pt que mais proliferou e incentivou os criminosos tirando as armas do cidadão decente criou tornozeleira eletrônica audiência de custódia o país já na época do pt em crise com mais de 60 milhões de desempregados o famigerado pt cria um prêmio aos criminosos o auxílio reclusão e tão querendo por a culpa em 2 meses do governo do mito BOLSONARO

  • Tchapa e Cruz
    23 Mar 2019 às 11:18

    Na realidade o governo federal não é culpado pela onda de violência ninguém é Mandrake para saber onde o criminoso vai atacar. Porém os deputados federais e senadores tem a obrigação de fazerem reformas nas leis e punir severamente o bandido. Audiência de custodia5uma aberração saida de presos em todas comemorativas menor apreendido tudo isso tem que ser revisto. Uma vergonha nacao brasileira.

  • Goku
    23 Mar 2019 às 10:49

    Brasil é um país extremamente atrasado. Principalmente no que se refere á tecnologia e leis. Culpa dos políticos? Não. Culpa do povo que é “dodói”. Direita ou Esquerda, são varias gerações de idiotas que não sabem debater sobre algo com civilidade. Pena de morte, prisão perpétua e redução da maioridade penal são a realidade de varios países, países que não compactuam com impunidade de Nardonis, Champinhas e Richthofen. A morte e a provável impunidade desse caso é de responsabilidade do fraco e acomodado povo brasilero.

  • Wagner
    23 Mar 2019 às 09:14

    Wagner Eduardo Pieretti

Sitevip Internet