Olhar Direto

Quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Notícias / Cidades

Hackers invadem sistema da Prefeitura e pedem mais de R$ 15 mil para liberar dados “sequestrados”

Da Redação - Thaís Fávaro

06 Abr 2019 - 16:49

Foto: ilustração

Hackers invadem sistema da Prefeitura e pedem mais de R$ 15 mil para liberar dados “sequestrados”
Hackers invadiram o site da Prefeitura de Santa Terezinha (1330 Km de Cuiabá) e teriam “sequestrados” informações do sistema no último dia 24 de março. Um vírus recebido pela internet criptografou os dados dos setores de contabilidade, tributação, contas, recursos humanos, licitações, contratos e o acervo de leis, deixando os servidores sem acesso por quatro dias. Os criminosos pediram o valor equivalente á R$ 15,4 mil para liberar o sistema novamente.

Leia mais
Ataque hacker aos sites da UFMT e prefeitura não causaram danos aos bancos de dados
 
De acordo com as informações do boletim de ocorrência, um servidor tentou abrir o sistema na manhã do dia 24 e percebeu que havia sido bloqueado. Uma mensagem na tela do computador pedia para que entrasse em contato através de um e-mail. Ainda não se sabe como o sistema foi hackeado, já que todos os computadores que acessam a rede e o servidor, possuem antivírus instalados.
 
A técnica usada é conhecida como Ransomware, um tipo de “sequestro” de informações, no qual os criminosos exigem o pagamento em moedas virtuais (Bitcoins) para liberar o acesso aos dados armazenados em computadores. No ocorrido no sistema da Prefeitura, os bandidos pediram 4.000,00 USD a serem convertidos em Bitcoins, o equivalente a R$ 15,4 mil.
 
A Polícia Civil investiga o caso.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet