Olhar Direto

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Esportes

Clubes acusam FMF de aprovar contas sem presença de equipes e pedem anulação de assembleia

Da Redação - Wesley Santiago

03 Mai 2019 - 16:13

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Clubes acusam FMF de aprovar contas sem presença de equipes e pedem anulação de assembleia
Diversos clubes filiados à Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) pedem a anulação da aprovação de contas da entidade relativas ao ano de 2018, que haviam sido aprovadas sem a presença das equipes. Segundo o advogado do Mixto Esporte Clube, Vinicius Falcão, não foi dada publicidade à reunião, que teria sido feita "às escondidas". A FMF nega a acusação e pontua que todos foram avisados.

Leia mais:
Governo já gastou R$ 300 mil para adequar Arena Pantanal para grandes partidas; Cuiabá joga sábado
 
A defesa do Mixto pontua que a federação não seguiu o seu próprio estatuto ao não comunicar às equipes da realização da assembleia geral, seja por e-mail, seja pela publicação do edital na imprensa por três dias seguidos.
 
“Fomos pegos de surpresa. Segundo o artigo 15, tem que ser feita a prestação de contas. Eles não cumpriram o estatuto. Não foi vista a publicação em nenhum jornal ou no site da federação. Eles tem uma assessoria de imprensa, que é paga e não fizeram o mínimo? A assembleia geral é muito séria”, disse o advogado ao Olhar Direto.
 
Vinícius ainda acrescenta que somente três clubes participaram da aprovação de contas. “Só foram o Cuiabá, o CEOV Operário e uma liga de Chapada dos Guimarães. Os outros só ficaram sabendo pelas redes sociais. Se olhar no e-mail que eles dizem ter mandado, só tem dez endereços e são mais de 30 filiados”.
 
“Não estamos discutindo a idoneidade da prestação, o que estamos pedindo é que se faça como deve ser feito, como manda a regra, que mande o e-mail para todos. Ficamos surpresos, abismados de não ter feito a publicação correta. Estamos fazendo um requerimento para que o presidente anule a prestação de contas e faça da forma que manda o estatuto”, finalizou o advogado.
 
Em nota, a FMF esclareceu que todos os clubes ou associações legalizadas para o exercício 2019 foram convocados para a prestação da “Assembleia Ordinária para a prestação de Contas do Exercício 2018” e que somente dois clubes e duas ligas esportivas se fizeram presentes.
 
“A FMF ainda ressalta que de acordo com a Lei Nº9615/98, Art. 46, inciso I, estabelece que as Demonstrações Financeiras das Entidades de Prática Desportiva, sejam publicadas até o dia 30/04 do ano vigente”, diz trecho da nota.
 
Por fim, a federação coloca que “repudia atos levianos e inconsequentes de pessoas despreparadas que visem somente distorcer a realidade dos fatos apresentados pela FMF.  Além disso, a instituição já acionou seu departamento jurídico para possíveis ações cabíveis na esfera civil e criminal”.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Dombosquino
    04 Mai 2019 às 08:35

    O ex-presidente do Luverdense foi presidente da FMF. O dono do Cuiabá Esporte Clube é o atual presidente da FMF. É bem Mato Grosso mesmo. Já não bastava aquele que ficou décadas na FMF e seus pupilos que o sucederam. Isso que chamam de profissionalização do futebol?

  • Paulo preto
    03 Mai 2019 às 21:48

    MINISTÉRIO PÚBLICO NELE !! DINHEIRO DA FEDERAÇÃO EM BENEFÍCIO DO TIME DA FAMÍLIA. INVESTIGA AI. NESSE PAU TEM MEL COMO DIZEM LÁ EM BARÃO

Sitevip Internet