Olhar Direto

Quarta-feira, 19 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Governo corta em viagens, mas gasta mais de R$ 3 milhões em passagens aéreas em 130 dias

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

13 Mai 2019 - 11:42

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Governo corta em viagens, mas gasta mais de R$ 3 milhões em passagens aéreas em 130 dias
O Governo de Mato Grosso já gastou mais de R$ 3 milhões com passagens aéreas, desde o mês de janeiro, até a metade do maio deste ano. As informações constam do portal Mira Cidadão, ferramenta que permite a fiscalização de gastos do Estado em tempo real. Em comparação com a gestão passada, houve redução de gastos.

Leia também
Empresa de Mauro Mendes participa de licitação sem apresentar certidões fiscais


Com R$ 1,4 milhão, o mês de abril foi o que houve mais gastos com passagens, seguido pelo mês de fevereiro, quando a mesma quantia foi gasta. A maioria deste recurso, cerca de 88%, foi administrado pela secretaria de Saúde para desenvolvimento da função reguladora do Sistema Único de Saúde (SUS).

O gabinete do governador Mauro Mendes (DEM) gastou apenas 0,7% dos R$ 3.071.677,00, segundo o levantamento feito pelo Olhar Direto.

Apesar de o valor ser alto e corresponder a cerca de R$ 23 mil gastos com passagens aéras por dia, Mendes tem gastado menos da metade do que o ex-governador Pedro Taques (PSDB) gastou nos cinco primeiros meses dos últimos quatro anos.

Em 2018, Taques gastou cerca de R$ 7,8 milhões com as passagens de janeiro até abril. No mesmo período em 2017, o governo tucano teve o gasto de R$ 6,7 milhões, assim como gastou R$ 8 milhões em 2016 e R$ 7,1 milhões em 2015.

Durante sua campanha eleitoral de 2018, Mendes foi um grande crítico dos gastos com vôos de avião da gestão passada, citando que seu antecessor gastava R$ 70 milhões andando de jatinho.

Desde que assumiu o cargo de governador, Mendes tem procurado ser exemplo e feito suas viagens para Brasília (DF), Estado que mais visitou nestes 130 dias de gestão, usando aviões de carreira.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Juinense
    13 Mai 2019 às 14:23

    Será que esse pessoal que está criticando leu a matéria? 88% deste valor foi gasto pela saúde para desenvolvimento da função reguladora do Sistema Único de Saúde. A regulação é o acesso do PACIENTE ao atendimento necessário à sua saúde. Se o PACIENTE precisa de atendimento especializado na capital e sai de SINOP de avião, o valor da passagem do PACIENTE entra nestes 88%. Isso é atendimento ao público e não ao governo.

  • Indignado.
    13 Mai 2019 às 13:23

    Nada de novidade,será daí pra pior! Pior que Pedro Taques

  • João Silva Souza
    13 Mai 2019 às 13:01

    Eu já sabia, o Mauro não soube administrar a própria empresa, que é de pequeno porte, imagina o que vai acontecer com o governo do estado. Estamos lascados!!!

  • Contribuinte
    13 Mai 2019 às 11:58

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet