Olhar Direto

Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Comandante comemora redução de índices e cita bairros mais ‘problemáticos’

Da Redação - Wesley Santiago

26 Mai 2019 - 08:16

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Comandante comemora redução de índices e cita bairros mais ‘problemáticos’
O comandante do Comando Regional II (que abrange a cidade de Várzea Grande e outros municípios próximos), coronel PM Marcos Roberto Sovinski, comemorou as reduções nos índices de homicídio e assaltos na cidade. Ele pontua que as ações integradas tem auxiliado no combate a criminalidade e ainda citou quais são os bairros mais ‘problemáticos’ para a atuação da Polícia Militar.

Leia mais:
Segurança intensifica blitzes na região metropolitana e foca em apreensão de veículos irregulares
 
O coronel pontua que Várzea Grande passa por um momento histórico de redução de homicídios. “Nos quatro primeiros meses, foram dez assassinatos contra 31 do ano passado, que já foi baixo. Isso representa uma redução de mais de 60%. Este trabalho integrado que vem sendo feito contra diversos tipos de crimes é um dos fatores para termos estes resultados”.
 
“Há um campo muito grande para melhorar, mas se seguirmos este mesmo índice de redução dos crimes, a população vai se orgulhar de morar na cidade. Sabemos que existe uma série de fatores para diminuir homicídios, mas estas saturações ajudam a diminuir os casos”, acrescenta o coronel.
 
Sovinski ainda comenta que a Segurança Pública envolve uma série de fatores, que passam pela mobilidade urbana, condições de trafegabilidade das ruas, entre outros pontos. Além disto, ele crê que se o Estado não está presente, o crime se instala.
 
“A grande maioria das ocorrências ainda está concentrada na região central de Várzea Grande, por conta do fluxo de pessoas e dinheiro que existe. Alguns bairros ainda carecem um pouco de atenção especial da Segurança Pública. Temos o Mapim, José Carlos Guimarães, Jardim Eldorado, São Matheus, Pirineu e Ipase, que demandam uma atenção especial. Muitas vezes por conta de facções criminosas e também roubos”, revelou o comandante.
 
Por fim, o comandante disse que o foco é reduzir ainda mais os homicídios e também os roubos. “Este ano, a diminuição de assalto a mão armada foi de 16%. Mas precisamos continuar melhorando. A população merece ter esta sensação de segurança”.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cesinha
    26 Mai 2019 às 23:01

    Temos que elogiar uma coisa boa desse governo!!! A segurança pública e suas instituições!!!! Eu, e todos estamos vendo polícias, câmeras e a sensação de segurança melhorou!!! Parabéns

  • Motorista Aplicativo
    26 Mai 2019 às 12:52

    Sou motorista de aplicativos... infelizmente a maioria das ocorrências de assalto a motoristas ocorre na VG... dá medo quando a corrida tem como destino a várzea Grande... espero que , conforme a matéria, essa situação continue melhorando... é uma cidade com um povo maravilhoso

  • Valdiney mendes
    26 Mai 2019 às 09:09

    Hoje nas periferias quem diz oque fazer e os criminosos, eles que fala onde roubarem ou quem morrer. Quem mora nas periferias sabe que a polícia não tem papel fundamental na diminuição de crimes nos lugares perigosos.

  • Kleber
    26 Mai 2019 às 09:02

    REALMENTE HOUVE UMA MELHORA, QUE A GLORIOSA POLÍCIA MILITAR CONTINUE COM AS AÇÕES NOS BAIRROS, O COSTA VERDE PRECISA DE UMA ATENÇÃO MAIOR, AINDA TEM MUITOS ROUBOS E FURTOS.

Sitevip Internet