Olhar Direto

Terça-feira, 18 de junho de 2019

Notícias / Cidades

Blitz em bairro nobre de Cuiabá apreende 18 veículos e multa 26 motoristas

Da Redação - Wesley Santiago

23 Mai 2019 - 08:25

Foto: Detran

Blitz em bairro nobre de Cuiabá apreende 18 veículos e multa 26 motoristas
As equipes de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) realizaram, na noite de terça-feira (21), mais uma edição da ‘Operação Guardião’. Desta vez, a barreira foi montada no bairro Jardim Itália, em Cuiabá, onde foram apreendidos 18 veículos e multados 26 condutores. A ação teve o apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e da Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob).

Leia mais:
Blitz da ‘Lei Seca’ prende sete motoristas embriagados e apreende 34 veículos
 
Durante a fiscalização, grande parte das autuações foram relacionadas à condução de veículos sem licenciamento ou não registrados devidamente junto ao órgão de trânsito. No total, 18 motoristas foram flagrados cometendo a infração considerada gravíssima, com pena de multa e apreensão do veículo. Ao todo, dez motocicletas e oito automóveis foram removidos e 16 documentos veiculares recolhidos.
 
A Operação Guardião inicialmente se concentrou em Várzea Grande, mas agora opera também na região metropolitana de Cuiabá. É realizada pelo Detran-MT, por meio da Gerência de Fiscalização, e conta com o apoio do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPMTran), 25° Batalhão da Polícia Militar de Mato Grosso e Guarda Municipal de Várzea Grande.
 
O objetivo da ação é evitar acidentes de trânsito, os grandes índices de irregularidades administrativas, embriaguez ao volante, excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas, não uso do cinto de segurança, dentre outras infrações previstas do Código de Trânsito Brasileiro.
 
Segundo a gerente de Fiscalização do Detran, Kerollain Pacheco, a operação não verifica somente as condições de regularidade e circulação dos veículos.
 
“A conscientização para as normas de conduta e direção defensiva também são desenvolvidas, com o intuito de reduzir os grandes índices de irregularidades administrativas, bem como criminais relacionadas ao trânsito. Essa operação é determinante para a redução no número de acidentes, haja vista que fiscalização influencia diretamente na segurança e fluidez do trânsito, contribuindo para a efetiva mudança de comportamento dos usuários da via”, aponta.

23 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Haroldo Junior
    24 Mai 2019 às 13:57

    Não adianta esse mi-mi-mi de que é tirar meio de trabalho. Brasileiro é folgado. Quer serviços e não paga imposto. Parabéns pelas apreensões. Brasileiro só aprende no bolso.

  • Onofre Taques
    24 Mai 2019 às 13:55

    Ricardo, eu pago meus impostos. Se a pessoa não honra as calças e não consegue pagar, vende o veículo e anda de busu. Não é trabalhador. É sonegador quem não paga impostos e faz cara de coitadinho. Não cola mais.

  • D.O.A
    24 Mai 2019 às 07:34

    vc ve esse tipo de materias e deppois fica sabendo que 23 deputas n abriram mao da VI de 65 pilas ,,mas o pobre fu... pode fica sem seu meio de transporte. WTF.

  • Pena
    23 Mai 2019 às 21:31

    Só dando um migué, bairro nobre. Só para os motoqueiros pequenos, kkkkk.

  • peninha
    23 Mai 2019 às 19:10

    SO TEM MOTO DE POBRE AÌ! QUE ADIANTA, FAZER DE CONTA QUE ESTA EM BAIRRO NOBRE.

  • Luciano
    23 Mai 2019 às 18:15

    O estado para cobrar e um leão para cumprir com as suas obrigações com o contribuinte e um filhote de gatinho

  • Luis
    23 Mai 2019 às 17:56

    Até que enfim uma blitz pra pegar gente que anda com carro irregular e sem carteira. Basta de blitz pra pegar só bêbado nas ruas. A blitz é pra todos, e não só para os bêbados

  • Alberto Jr.
    23 Mai 2019 às 17:44

    Concordo com o "indústria da multa". O povo que trabalha de vdd nesse grande Estado está cansado de ser espremido feito bagaço de laranja com tanto imposto que hoje se sabe que correu pelo ralo da corrupção desse Estado. Carga tributária muito alta, e daí me vem o governador tomar os veículos dos coitados que atrasaram suas taxas nessa crise que o país passa e tem seu patrimônio usurpado pra mofar em pátio do Detran. Fazendo o povo de escravo e os privilegiados de trouxa!

  • Ricardo
    23 Mai 2019 às 17:34

    Sou contra Blitz que tira meio trabalho do trabalhador e chefe de familia.. Aqui o governo quer é lesar o pobre que tem carro com 10 a 20 anos de praca pra tirar o pouco que consegue... Essa desculpa de educacao nao transito nao existe.. senao fazia na porta de boate e bares na cidade.. mas faz dentro de bairro..

  • Leitora
    23 Mai 2019 às 16:47

    Tem que fazer blitz na praça popular, bares e botecos aí sim vai haver prevenção pq os doidos bebem e saem dirigindo. Isso é constante de segunda a segunda. Passem lá a paisana. Vocês ficaram ricos com tanta multa aplicada por embriaguez e drogas!

Sitevip Internet