Olhar Direto

Terça-feira, 16 de julho de 2019

Notícias / Cidades

Com 15 dias de greve, quase 50% das escolas estão funcionando

Da Redação - Thaís Fávaro

11 Jun 2019 - 10:21

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Fachada da Secretaria de Educação de Mato Grosso

Fachada da Secretaria de Educação de Mato Grosso

Das 767 escolas da rede estadual de Mato Grosso, 361 já retomaram as atividades, ou seja, 47% estão em funcionamento integral ou parcialmente. Cerca de 35 escolas da rede estadual de ensino de Mato Grosso retornaram às aulas na segunda-feira (10). Em cidades como Tangará da Serra e Sorriso (239 Km e 420 Km de Cuiabá respectivamente) apenas duas escolas estão com as atividades paralisadas. Já em General Carneiro (442 Km de Cuiabá), todas as sete escolas do município já retomaram as atividades. 

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) decidiu  em assembleia realizada na tarde do dia 10, manter a greve por tempo indeterminado até que o governo apresente propostas concretas para a categoria.

Leia mais
Sem proposta, servidores da educação decidem manter greve e partem para protesto em avenida; veja vídeo
 
Segundo o diretor da Escola Estadual Dr. João Ponce de Arruda, Tárcio Pereira Resende, na segunda-feira (10), os profissionais da educação, da área administrativa e de apoio voltaram a trabalhar normalmente. “Nesta terça-feira (11) os alunos voltam para estudar. Já estamos agilizando a reposição de aula e, para isso, já entramos em contato com a assessoria pedagógica”, frisou.

Tárcio Resende explicou que os professores fizeram uma assembleia na escola para decidir pela volta, pois a unidade escolar depende de alunos e também do transporte escolar para funcionar. “Foi uma decisão correta dos nossos profissionais da educação”, assegurou.

Na EE Pindorama, localizada no município de Rondonópolis (a 212 quilômetros ao sul da Capital), o retorno das aulas ocorreu antes. Na quarta-feira (05), os profissionais da educação fizeram uma assembleia na própria escola e optaram pelo retorno às aulas.
“Com a decisão de voltar às aulas, no dia seguinte, quinta-feira (06) tivemos a presença dos alunos com o reinício das atividades. Desde o início da paralisação, foi firmado o acordo de fazer uma assembleia e que a decisão da maioria valeria.  Como a maior parte dos profissionais da educação não queria continuar o movimento de paralisação, então, voltamos ao trabalho”, explica a secretária escolar Samira Mendes.

Mais escolas retornam

Em menos de uma semana, de 25 unidades, o número aumentou para 35 as escolas que funcionam ao menos em um turno em todo o Estado. Da última quarta-feira (05) até esta segunda-feira (10), mais seis escolas voltaram às atividades. Destas seis, três são de Campo Verde (131 Km de Cuiabá): EE Jupiara, EE Ulisses Guimarães, EE Waldemon Moraes Coelho. A estas, somam-se as EE Alfredo José da Silva (Barra do Bugres – a 168 Km da capital), EE Maria Miranda Araújo (Colniza – a 1065 Km) e EE Luiz Carlos Ceconello (Lucas do Rio Verde – 354 Km de Cuiabá).

Tangará

Em Tangará da Serra, o Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Antônio Casagrande também retornou às atividades. Com isso, nenhuma das quatro escolas estaduais do município estão paralisadas.
               
 

13 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Francis
    13 Jun 2019 às 13:24

    Professor ganha mal ? Sei, olha os carros de professores efetivos

  • Orfeu
    13 Jun 2019 às 13:20

    População deveria ficar indignada com professores usando alunos como massa de manobra, escudo, tem pessoas falam professor ganha mal. Tem professor aí que ganha mais de 20 salários mínimos mensais

  • wellington
    11 Jun 2019 às 22:36

    aos que não tem disconfiometro e que nem professores são fica ai falando merda realmente a educação não esta boa entretanto os professores não fazem tudo sozinhos isso se melhora através de politicas publicas eficicientes reavaliação dos livros que na sua grande maioria não é adequado para o ensino escolar e outra coisa greve dos professores não é algo prazeroso mas é a unica maneira de sermos ouvidos aqueles que não estão nem ai e só querem alunos em sala de aula vai estudar em vez de fala bobagem pq nós professores convivemos diariamente com os gargalos que nos rodeiam e muitas vezes se quer sabem a metade da missa por tanto se vc não é professor patriota estude mais antes de criticar os professores

  • DESEMPREGADO
    11 Jun 2019 às 16:52

    NA DOM BOSCO DE V. GRANDE O ENSINO MUITO FRAQUINHO, DEVERIAM SER AVALIADOS POIS AS CRIANÇAS ES~TAO SENDO PREJUDICADAS DEMAIS AINDA MAIS AGORA COM A GREVE !!

  • GREVE GERAL
    11 Jun 2019 às 13:41

    PENSEM BEM NESTA POESIA: Primeiro levaram os negros Mas não me importei com isso Eu não era negro Em seguida levaram alguns operários Mas não me importei com isso Eu também não era operário Depois prenderam os miseráveis Mas não me importei com isso Porque eu não sou miserável Depois agarraram uns desempregados Mas como tenho meu emprego Também não me importei Agora estão me levando Mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém Ninguém se importa comigo. Bertolt Brecht

  • A greve continua
    11 Jun 2019 às 13:39

    Não vamos desistir de conquistar nossos direitos. Vamos seguir firmes na luta por nós e por aqueles que virão depois de nós. Não sejamos egoístas e lutemos juntos, pensem na família de vocês, nas crianças que precisam de uma educação de qualidade. Pensem no futuro! Se você não luta agora como vai reinvindicar direito depois? pense bem.

  • Antônio
    11 Jun 2019 às 13:03

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ovo
    11 Jun 2019 às 12:11

    Mentiras. Qdo diz q as escolas estão funcionando, não dizem que sem alunos. Algumas secretarias escolares estão funcionando, mas os professores NÃO estão em sala. Falácias do governo BolsoMauro. Cortaram o ponto, mas ñ cortaram a dignidade dos professores. A GREVE CONTINUA!!!

  • Mãe de Aluno
    11 Jun 2019 às 11:42

    Olhar Direto: Faça a lista com o nome das escolas e divulgue. Porque sinceramente, essas notícias de vocês estão sendo bem falaciosas. Aqui na capital nenhuma escola voltou.

  • Juca
    11 Jun 2019 às 11:34

    Meus direitos eu reclamo na justiça, não dando prejuízos para alunos e seus pais, para o estado, e principalmente fechando ruas, tirando o direito de ir e vir dos cidadãos que trabalham, produzem e pagam altos impostos para sustentar essa horda de cabos eleitorais de políticos da esquerda.

Sitevip Internet