Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Notícias / Política MT

Santa Casa não respeitava normas de vigilância sanitária, segundo governo

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Érika Oliveira

22 Jul 2019 - 17:41

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Santa Casa não respeitava normas de vigilância sanitária, segundo governo
O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse -  nesta segunda-feira (22), durante visita guiada na Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, que agora é um hospital Estadual – que o Executivo fez reformas prioritárias na unidade para que ela voltasse a abrir as portas no menor prazo possível e que, anteriormente, não estavam sendo respeitadas as normas de vigilância sanitária.

Leia mais:
Mauro anuncia reabertura da Santa Casa e convida ministro da Saúde para evento
 
“Intervimos em algumas estruturas. Mas isto não resolve totalmente as deficiências estruturais deste hospital. Ao longo da operação, continuaremos fazendo interferências que são necessárias. Fizemos o prioritário para a abertura da Santa Casa. Se ficarmos corrigindo tudo que existe, seria um ano para abrir as portas. Sabemos da importância que tem do hospital voltar a ser disponibilizado para a população”, explicou o secretário.
 
Gilberto ainda pontuou que o governo não tinha certeza de como estavam as instalações quando fez a requisição administrativa. “Não atendia a maioria das normas de acessibilidade. Isto aqui virou um labirinto, foram feitos remendos ao longo dos anos, essa estrutura foi construída há mais de 200 anos. O certo seria derrubar e construir outro”.
 
No total, o secretário explica que seriam necessários R$ 80 milhões para sanar todos os problemas existentes na estrutura do hospital. Porém, o governo não irá fazê-lo, já que depois de 30 meses terá que devolver a unidade para a sociedade mantenedora da Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá.
 
“Investimos R$ 1,5 milhão nas reformas prioritárias. Ainda teremos pessoas fazendo manutenções, ajustes. É um hospital com inúmeras deficiências, mas está pronto para abrir as portas e prestar um bom atendimento”, finalizou o secretário.
 
Reabertura
 
Fechada desde março, a Santa Casa de Misercórida de Cuiabá vai voltar a atender pacientes na segunda-feira (29).
 
O hospital, de acordo com a secretaria de Saúde do Estado, iniciará suas atividades com atendimentos cirúrgicos, oncológicos e nefrológicos. A equipe de regulação do Estado já iniciou o processo de planejamento para realização das primeiras cirurgias. Além disso, as UTIs já estarão com 100% da sua capacidade em operação.
 
Ainda conforme a SES, o hospital contará com 10 leitos de UTI pediátrica, 10 leitos de UTI adulto, 10 leitos de UTI neonatal, 33 leitos de pediatria clínica, 27 leitos de pediatria cirúrgica e 22 leitos exclusivos para o Pronto-Atendimento Infantil. Apenas o setor pediátrico engloba 101 leitos da unidade – isto é, a pediatria abrange mais de 40% da totalidade de leitos do Hospital Estadual Santa Casa.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Priscila
    23 Jul 2019 às 09:26

    E desde quando as unidades de saúde do estado seguem as regras de vigilância sanitária? É pra rir...

  • Juscelino Alves Ferreira 7
    22 Jul 2019 às 21:16

    Contratou poucos ex funcionários, nem 50 %, pois muitos ali ficaram até o fim, e necessitam desse trabalho! Acho injusto!

  • Marcelo iskerao
    22 Jul 2019 às 21:07

    Kkkk. Esse secretário de saúde do estado é um fanfarrão. Nenhum hospital regional possui alvara sanitária expedido pela vigilância sanitária.

Sitevip Internet