Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Notícias / Cidades

Homem registra BO depois de suposta ameaça de repórteres

Da Redação - Fabiana Mendes

22 Jul 2019 - 16:54

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Homem registra BO depois de suposta ameaça de repórteres
Um homem de 46 anos registrou um boletim de ocorrência para relatar suposta ameaça de dois repórteres cinematográficos, durante atendimento de uma vítima de acidente de trânsito, às margens da MT-358, em Tangará da Serra (a 216 km de Cuiabá), no último sábado (20).

Leia mais:
Sistema socioeducativo abre seletivo com salários que chegam a R$ 3 mil

Por volta das 19 horas, o comunicante estava na sede de uma loja maçônica praticando atividade desportiva, quando escutou um barulho ocasionado por acidente de trânsito. Rapidamente ele correu para ajudar, acompanhado de um amigo, que é medico. No local havia um idoso e um veículo de carga.  
 
O médico passou a realizar o atendimento de primeiros socorros na vítima, enquanto o outro homem tirou sua camiseta para sinalizar o local do acidente, por ser tratar de uma via escura. 
 
A ocorrência cita ainda que neste momento um veículo parou perto do homem. “O motorista e passageiro do veículo desceram de maneira truculenta e passaram a realizar filmagem não autorizada do comunicante”, descreve.
 
O homem teria questionado o motivo das filmagens e os repórteres teriam dito palavras de baixo calão, ocasião em que ele teria se defendido e alguns colegas cessaram a confusão. Somente depois, ele alega que tomou conhecimento de que se tratava de dois repórteres de uma emissora local.
 
O caso foi registrado com natureza de ameaça e deverá ser investigado pela Polícia Civil.

Nota de repúdio  do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso. 

Nota de repúdio 

No sábado (20), a noite, os jornalistas, mais uma vez, foram alvos da violência instaurada em Mato Grosso e neste país. 

Uma equipe da Band Tangará composta pelos repórteres cinematográficos Izaías Gregório e Alex Roberto, quando filmavam um acidente, sofreram agressões físicas impetradas pelo empresário Cláudio Meurer que bêbado, também fora ver o acidente com outros curiosos, queria impedir o trabalho dos dois profissionais.. Conforme relato dos dois trabalhadores, o empresário agarrou o cinegrafista Izaías deu uma gravata machucando-o.

Izaías já fez a queixa com registro na Delegacia de Polícia de Tangará da Serra depois de ter sido submetido ao exame de corpo de delito comprovando o ato de violência praticado. 

Diante desses fatos, o Sindjor MT repudia, mais uma vez, qualquer tipo de violência contra os profissionais. E reitera que os Jornalistas devem ser respeitados para garantir o direito à informação no país. E não podem ser impedidos de cumprirem com sua missão diária. Eles são trabalhadores como qualquer outro e, por isso, merecem respeito.

O Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor MT) considera inaceitável que este tipo de agressão contra trabalhadores da imprensa continue a ocorrer no Estado de Mato Grosso. E Informamos que todas as providências cabíveis foram tomadas para impedir que isso não continue ocorrendo.

Aproveitamos para informar também que o  SindjorMT já acionou as autoridades competentes. E com as provas foi instaurado o devido inquérito policial visando punir o responsável, neste caso o empresário, pelos danos morais, físicos s psicológicos sofridos pelos profissionais. 

O Sindjor também colocou o seu departamento jurídico à disposição dos colegas agredidos.

Não aceitaremos intimidações independente de onde vierem. É nosso dever manter a sociedade informada e exercitar na plenitude a liberdade de expressão. 

Cuiabá, 22 de Julho de 2019
Diretoria Colegiada do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso
Gestão Em Defesa do Jornalista – 2019/2020




Atualizada às 16h03 do dia 23 de julho. 

 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Juliana Solteira
    23 Jul 2019 às 06:12

    Não vai demorar acontecer aqui en Cuiabá também. Tdm uns reporter daquele tal programa do pop que são muito abusados quando falam com o preso. Acho que o sonho deles era ser policial

  • Julio Silva
    22 Jul 2019 às 19:45

    Tem algo mais irritante do que esses câmeras e esses repórteres de televisão que atuam em Cuiabá e provavelmente é a mesma coisa no interior do estado. Ficam procurando gente sofrendo, acidentada e tc para ter o que dizer na televisão.

Sitevip Internet