Olhar Direto

Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Defaz cumpre 11 mandados de prisão contra acusados de sonegação de ICMS em Cuiabá; veja

Da Redação - Wesley Santiago

23 Ago 2019 - 06:49

Foto: Wesley Santiago/Olhar Direto

Defaz cumpre 11 mandados de prisão contra acusados de sonegação de ICMS em Cuiabá; veja
A Delegacia Fazendária (Defaz) cumpre, na manhã desta sexta-feira (23), 11 mandados de prisão contra acusados sonegação no Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). As primeiras informações apontam que contadores seriam alvos da ação de hoje. A Secretaria de Fazenda (Sefaz) atua em conjunto.

Segundo o apurado pelo Olhar Direto, as sonegações seriam no comércio de bebidas quentes (Velho Barreiro, Jamel, Pirassununga, etc.), sem o  recolhimento de tributos ao Estado de Mato Grosso.A ação foi batizada de 'Liber Pater'.

Leia Mais:
Defaz analisa possível participação de políticos em esquema da Seduc

Os mandados foram expedidos para cumprimento em 13 cidades de Mato Grosso e 1 cidade do Estado de Tocantins, sendo elas Cuiabá, Várzea Grande, Pontes e Lacerda, Comodoro, Jauru, Cáceres, Mirassol D’oeste, São José dos Quatro Marcos, Figueirópolis D’Oeste, Tangará da Serra, Campo Novo dos Parecis, Primavera do Leste, Juína e Palmas (TO).

O delegado titular da Defaz, Anderson Veiga, ressalta que a operação busca apreender documentos, notas fiscais, dispositivos móveis e computadores que possam comprovar crimes contra a ordem tributária. "Bem como reprimir a comercialização de bebidas quentes de maneira criminosa em face dos destinatários das mesmas, uma vez que esses comerciantes são os responsáveis pelo fomento do esquema criminoso patrocinado pela organização criminosa”, disse.

A operação conjunta conta com a participação de 154 servidores públicos. São  25 delegados, 75 investigadores, 25 escrivães, que atuam na Delegacia Fazendária e outras unidades da Diretoria de Atividades Especiais como Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), Delegacia do Meio Ambiente (Dema), e ainda de delegacias da Diretoria do Interior, das cidades com ordens expedidas.

A Secretaria de Fazenda empregou 17 Agentes de Tributos Estaduais e 12 Fiscais de Tributos Estaduais na operação.

Nome

Líber Pater remete a Roma antiga, onde havia o culto a Liber Pater (“pai livre”), considerado o deus da viticultura, fertilidade e liberdade. Além de liberdade, o termo Liber também remete à libação, ao ritual de oferecer uma bebida e beber por prazer. Segundo a lenda, Liber Pater foi quem mandou o pastor Estáfilo, filho do deus Dionísio, enviar as uvas para o rei, chamado Oinos, e também teria ensinado o monarca a extrair o sumo e, dessa forma, criar a bebida à qual ele deu seu nome.









Atualizada às 07h05 e às 08h37.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Contribuinte
    23 Ago 2019 às 15:54

    Ai eu defendo a Lei do abuso de autoridade. Tiraram fotos até da casa de um dos investigados. Um absurdo! Ele foi condenado antes do julgamento! É isso que está errado!

  • trabalhador
    23 Ago 2019 às 11:11

    levando nome de empresario ,rindo da cara do povo denuncie exija seus direito sonegaçao é crime ,trabalhe corretamente viva de seu trabalho não aguentamos mais ,

  • Bacana
    23 Ago 2019 às 09:11

    Quando, se é um estuprador, um assassino, um pedófilo, um sequestrador, não se pode nem mostrar o nome por inteiro do indivíduo, mas um sonegador de impostos, até a casa do cara é mostrada. PS: Merecem sim ser julgados pela lei. Mas antes de serem julgados ja foram expostos a todos sem seus devidos julgamentos!

  • Pagadora de Impostos
    23 Ago 2019 às 08:27

    TEM QUE SEPARAR EMPRESÁRIO DE BANDIDO . OUVI DIZER O STF MANDOU PRIMEIRO INTIMAR AS PARTES PARA COMPARECER E SE NÃO FOI DAÍ SIM IR BUSCAR ,ESSA JUSTIÇA DE MT AS VEZES FALHA FEIO

  • CHIRRÃO
    23 Ago 2019 às 07:28

    As febres das distribuidoras, naverdade é usado pra SONEGAR IMPOSTOS, pois as bebidas não são entregues pelos caminhões oficiais das distribuidoras. Mas por caminhões fretados.

Sitevip Internet