Olhar Direto

Sábado, 16 de novembro de 2019

Notícias / Política MT

Mauro Mendes vai aos EUA e Casa Civil anuncia possibilidade de novos acordos bilaterais

Da Redação - Érika Oliveira

03 Set 2019 - 10:25

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Mauro Mendes vai aos EUA e Casa Civil anuncia possibilidade de novos acordos bilaterais
O governador Mauro Mendes (DEM) tem pelo menos duas viagens internacionais previstas para o 2º semestre deste ano. Uma delas, já confirmada para os Estados Unidos, deverá ocorrer ainda este mês. Nas agendas, o chefe do Executivo mato-grossense pretende discutir a possibilidade de novos acordos bilaterais, a exemplo dos que o Estado já possui com países como Alemanha, Reino Unido e Noruega.

Leia mais:
Em Belém, governador cobra ministro da Defesa por ajuda do Exército no combate às queimadas

“A primeira vai acontecer agora aos Estados Unidos, em Nova York. Deve acontecer o final do mês de setembro, com várias reuniões nesse sentido. Tem outras programadas que deverão acontecer até o final do ano, mas como não fechamos a agenda ainda, noticiaremos mais para frente", disse o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

De acordo com o secretário, a busca pactos dessa natureza serão uma característica do governo Mauro Mendes. "Muitos acordos já ocorreram nessa gestão. Legalizamos a PCI, colocamos o estatuto, coisas de anos que estavam sendo discutidas e hoje Mato Grosso é um exemplo para o Brasil. E essas reuniões não vão parar. Estaremos sempre discutindo isso. Nós vamos fazer várias reuniões fora do Estado de MT, com outros organismos internacionais”.

No mês passado, logo após o estouro da crise ambiental da Amazônia, o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, do qual Mato Grosso faz parte, divulgou nota anunciado que pretendia dialogar diretamente com os países financiadores do Fundo Amazônia, sem a intervenção do Governo Federal. Na ocasião, o Governo Federal sinalizou positivamente para o acordo, mas até o momento o martelo não foi batido.

O avanço das queimadas e do desmatamento resultou, até o momento, na suspensão do envio de mais de R$ 280 milhões para o Fundo Amazônia, por parte dos Governos da Alemanha e da Noruega. O fundo foi criado em 2008 e já captou R$ 3 bilhões em doações que financiaram projetos de estados, municípios e da iniciativa privada para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal. Noruega e a Alemanha contribuem juntas com mais de 90% do total dos recursos.

Atualmente Mato Grosso possui acordos com os governos do Reino Unido, Alemanha e Noruega, entidades privadas da Holanda, Reino Unido, Alemanha e Noruega e 5 agências da Organização das Nações Unidas (Onu).

“Nós temos vários programas de relacionamentos e de convênios com entidades internacionais, como o REM a PCI e o Page. Esses recursos são sempre bem vindos. A Sema já recebeu vários recursos internacionais que ajudam muito na sua estrutura. Tem muitos recursos que já estão no Estado, relacionados à agricultura familiar e a uma série de projetos sociais que nós vamos começar a utiliza-los. O Governo de Mato Grosso sempre vai estar aberto a receber esse recursos internacionais. Lógico, dentro dos preceitos legais, dentro do que rege a nossa autonomia estadual. Isso tudo deverá ser levado em consideração. E o Estado sempre vai estar de portas abertas para todos esses projetos de ajuda financeira”, pontuou Mauro Carvalho.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Márcio
    03 Set 2019 às 13:31

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Teka Almeida
    03 Set 2019 às 12:06

    Mauro MENTE vc precisa trabalhar, porque até agora passou mais tempo viajando do que dentro do estado governando. Hoje 03/09 e até agora nada de falar do VERGONHOSO PARCELAMENTO dos salários. Governo de um mandato só, faltam 3 anos e 3 meses passa rápido.

Sitevip Internet